Contábeis o portal da profissão contábil

10
Dec 2018
13:36

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


DCTF Mensal - Dúvidas

2521respostas
359.882acessos
  

mostrando página 2 de 85
Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoConsultor(a)
mensagens616
pontos9.518
membro desde31/12/2011
cidadeGoiania - GO
Postada:Segunda-Feira, 23 de fevereiro de 2015 às 13:45:04
Tópico Fixado por Wilson Fernando de A. Fortunato em 17/02/2015 12:59:19
Tópico Desafixado por Paulo R. Schafer em 06/04/2016 08:13:47
Cristiane,
Boa tarde.

Essa lei não se refere somente ao "Novo REFIS", mas também à extinção da neutralidade tributária (Regime Transitório de Transição), revogando os artigos 15 e 16 da Lei N. 11.941/2009. No que se refere à informação optante ou não pelas disposições de tal Lei, é importante salientar que as disposições contidas nos Artigos 160 a 179 da Instrução Normativa N. 1.515/2014.


Att.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida
Consultor Tributário e Contábil
Contador - CRC GO nº 24.586/5-O

e-mail: luizmauriciodealmeida@gmail.com

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens94
pontos808
membro desde28/06/2012
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 23 de fevereiro de 2015 às 13:50:53
Valeu Cristiane Carbonesi,

só vc mesma para me esclarecer uma coisa tão simples e tão fácil assim...
...deveria existir mais pessoas assim no mundo como vc.


Tenha uma boa tarde de trabalho!


Att,
Alessandra.

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoConsultor(a)
mensagens616
pontos9.518
membro desde31/12/2011
cidadeGoiania - GO
Postada:Segunda-Feira, 23 de fevereiro de 2015 às 13:54:14
Complementando a minha colocação acima...

No que se refere à informação optante ou não pelas disposições de tal Lei, é importante salientar que as disposições contidas nos Artigos 160 a 179 da Instrução Normativa N. 1.515/2014 seja observadas quando da adoção inicial.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida
Consultor Tributário e Contábil
Contador - CRC GO nº 24.586/5-O

e-mail: luizmauriciodealmeida@gmail.com

ver Anexos (2)

Rodrigo Gonçalves

Usuário Frequente

profissãoAnalista Fiscal
mensagens86
pontos616
membro desde19/02/2013
cidadeFlorianopolis - SC
Postada:Segunda-Feira, 23 de fevereiro de 2015 às 15:56:56
Boa tarde!

Em agosto decidimos por não optar pela lei 12.973/94.

Agora em dezembro eu deveria retificar minha opção ou ratificar certo?

Por engano foi marcado como optante, pergunto. Posso retificar esta informação na DCTF enviando uma DCTF retificadora?

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Valdir

Usuário Novo

profissãoAssistente Contabilidade
mensagens2
pontos113
membro desde05/10/2013
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Segunda-Feira, 23 de fevereiro de 2015 às 16:13:29
(Regra 12) Antes de criar um Novo Tópico, faça uma busca pelo Fórum no campo Pesquisa. por Wilson Fernando de A. Fortunato em 24/02/2015 11:47:53
Boa Tarde.
Tenho entregue DCTF de uma empresa que não tem tido nenhum tipo de Imposto a Pagar.
Quando fui entregar a de Dezembro com a mudança da Versão apareceu a pergunta sobre a Lei 12.973/2014.
Esta empresa não está Inativa, ela só não tem tido movimento e Declarei DCTF de Janeiro a Novembro de 2014.
Esta empresa não vai ter mais movimento e estou na dúvida de qual das Quatro perguntas eu respondo.
A| minha pergunta é se mesmo assim estou obrigado a Declarar DCTF e qual das quatros perguntas eu
respondo sobre a Lei 12.973/2014

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luana Ushizima

Usuário Frequente

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens83
pontos1.107
membro desde28/07/2010
cidadeMaringa - PR
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 10:13:14
(Regra 12) Antes de criar um Novo Tópico, faça uma busca pelo Fórum no campo Pesquisa. por Wilson Fernando de A. Fortunato em 24/02/2015 11:47:22
Bom dia colegas.

Uma empresa sem movimento durante o ano apresenta a Dirf, tenho também que apresentar a DCTF 12/2014 sem movimento?


Aguardo opiniões.

Desde já, muito obrigada.

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoConsultor(a)
mensagens616
pontos9.518
membro desde31/12/2011
cidadeGoiania - GO
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 10:23:59
Rodrigo,
Bom dia.

Segue orientação do "Manual de Preenchimento da DCTF 3.2":

"Não será admitida DCTF original, fora do prazo de entrega previsto na legislação específica, para o exercício da opção pela aplicação das disposições contidas nos arts. 1º e 2º e 4º a 70 e/ou 76 a 92 da Lei nº 12.973, de 2014.

Não será admitida DCTF retificadora, fora do prazo de entrega da DCTF original, alterando a opção escolhida."

Att.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida
Consultor Tributário e Contábil
Contador - CRC GO nº 24.586/5-O

e-mail: luizmauriciodealmeida@gmail.com

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Mayra Nunes

Usuário Novo

profissãoAssistente
mensagens2
pontos14
membro desde28/02/2013
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 12:40:20
Boa tarde!

Estou com problema na entrega da DCTF ref cisão parcial que ocorreu em 22/12/2014, o prazo seria até 31/01/2015. Porém na versão 3.1 não aceitou por ser de dezembro. Aguardamos a versão 3.2 e agora apresenta o seguinte erro:
"Foi marcada a opção inicio de atividade ou surgimento de nova PJ em razão de fusão ou cisão no mês indevidamente".
Alguém passou por isso ou saber como proceder?

Obrigada!

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Rafael Abreu

Usuário Iniciante

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens48
pontos686
membro desde15/05/2014
cidadeFortaleza - CE
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 13:25:11
Josiane Mendonça Malta , boa tarde!

Não há mais a necessidade, caso não haja movimento, a partir do segundo mês em que permanecer nesta condição, da entrega da DCTF. Essa regra é válida a partir de janeiro de 2014, e como você disse que não houve movimento durante o ano não é necessário entregar, mas entenda que, havendo movimento, é necessário enviar no mês de ocorrência do fato e no mês seguinte, mesmo não havendo movimento.

Como eu não sei como funcionam as regras para empresas sem fins lucrativos, é melhor você ler um pouco mais sobre o assunto e aguardar mais algumas respostas no forum par chegar a alguma conclusão.

Espero ter ajudado!

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Josiane Mendonça Malta

Usuário Novo

profissãoProfessor(a) Universitário
mensagens9
pontos193
membro desde27/08/2012
cidadeRio Grande - RS
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 13:38:05
Obrigada pelo esclarecimento, Rafael!

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Arley Ferreira de Almeida

Usuário Ativo

profissãoAssistente Recursos Humanos
mensagens126
pontos895
membro desde27/09/2013
cidadeSao Caetano do Sul - SP
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 13:50:48
Boa Tarde

Pessoal,

Estou com uma dúvida devido ao erro de um antigo funcionário do escritório sobre a entrega de DCTF no qual houve alterações com a lei 12.973/2014.

vejam se me entendem:
Ex.: A empresa Faturou no mês 01/2014, mas seus impostos de PIS e COFINS são retidos. Na entrega da DCTF, referente a 01/2014 ela não terá débitos a declarar correto? Porem no passo a passo da DCTF eu terei que entregar pois no mês 12/2013 houve débitos declarados ao respectivos impostos IRPJ e CSLL.

A mesma empresa faturou no mês 02/2014, mas seus impostos de PIS e COFINS são retidos, seguindo a mesma linha de raciocínio do passo-a-passo DCTF, não declara pois em 01/2014 não houve débitos declarados.

Bom segundo a RFB ao disponibilizar a tabela no qual mostra o seu passo-a-passo (DCTF) e sua entrega, fiquei com dúvidas e com medo de entrega-las incorretamente, ou não entrega-las.

Neste caso o antigo funcionário não fez desta forma, ou seja, passo a passo da DCTF pois a versão 2.5 quando chega na declaração referente a 12/2014 tem a opção de marcar os meses que não houve débitos declarados. A versão 3.2 já não possui essa mesma opção.

Se eu entregar as DCTF sem movimentos, ou seja, sem débitos a declarar correspondentes ao mês de 01/2014, 04/2014, 07/2014 (meses no qual o mês anterior houve débitos declarados) , porem atrasados terá multas?

O que devo fazer?

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens6.421
pontos76.712
membro desde23/10/2007
cidadeGuardamor - MG
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 14:09:18
Boa tarde a todos!


Fui questionado por uma colega sobre a questão da DCTF Mensal e a Lei n° 12.973/2014, mais precisamente, em seu Artigo 72º.

É um assunto que não trata exclusivamente sobre a DCTF Mensal mas, a dúvida da colega é sim sobre a DCTF. Desta forma, resolvi postar aqui para futuras consultas e debates entre os colegas.

Segundo a colega, ela leu "um islide do CFC que trata da adesão a Lei nessa DCTF de dezembro". Ela afima que "Distribui lucros acima do limite permitido, mas a empresa teve lucro em todos os meses do ano passado". Daí me pergunta: "Se eu não optar pela Lei esse lucro distribuído será tributado pela tabela regressiva?".
Pergunta ainda: "na DCTF não tem a opção da adesão a esse artigo em específico. Como fazer? De 2007 a 2013 nao era tributado desde q comprovasse q o lucro contabil era maior q o presumido.. 2014 está em aberto...".

Antes de mais nada, cabe lebrar que, o Artigo 72º da Lei nº 12.973/2014 determina que, "Os lucros ou dividendos calculados com base nos resultados apurados entre 1o de janeiro de 2008 e 31 de dezembro de 2013 pelas pessoas jurídicas tributadas com base no lucro real, presumido ou arbitrado, em valores superiores aos apurados com observância dos métodos e critérios contábeis vigentes em 31 de dezembro de 2007, não ficarão sujeitos à incidência do imposto de renda na fonte, nem integrarão a base de cálculo do imposto de renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido do beneficiário, pessoa física ou jurídica, residente ou domiciliado no País ou no exterior".

Ou seja, uma empresa pode vir a ter um lucro contábil societário (legislação atual) maior do que o lucro contábil tributário apurado com base nas normas vigentes em 31/12/2007.
Desta forma, de 2008 até 2013 essa diferença não é passível de tributação de Imposto de Renda MAS, em 2014, esta "isenção" somente será permitida para as empresas que fizeram a opção pela Lei 12.973/2014 (no caso de distribuição dos lucros superiores aos apurado com base nas normas vigentes em 31/12/2007).


Os lucros e dividendos distribuídos em 2014, independentemente da opção ou não pela Lei 12.973/2014, estão isentos de tributação do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre Lucro, pela vigência do Artigo nº 141 da IN RFB nº 1.515/2014 e, pela não revogação do Art. 10 da Lei nº 9.249/1995.
Estando as empresas adequadas às novas normas, na hipótese de distribuir lucros dentro do resultado encontrado não estão sujeitas a tributação mencionada.

Desta forma, não é preciso fazer nenhuma opção na DCTF Mensal, quando a questão for unicamente a distribuição de lucros.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens6.421
pontos76.712
membro desde23/10/2007
cidadeGuardamor - MG
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 14:13:07
Arley Ferreira de Almeida,

Boa tarde!

Se eu entregar as DCTF sem movimentos, ou seja, sem débitos a declarar correspondentes ao mês de 01/2014, 04/2014, 07/2014 (meses no qual o mês anterior houve débitos declarados) , porem atrasados terá multas?

De acordo com o que você disse, você deverá sim entregar a DCTF Mensal referente aos meses 01/2014, 04/2014 e 07/2014 e, deverá (também) pagar a multa por atraso na entrega.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Nelson de Almeida Junior

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens2
pontos15
membro desde24/02/2015
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 15:42:41
Bom Dia a Todos

Estou com uma duvida na DCTF, tenho uma empresa que mudou para o Simples Nacional em Janeiro/2015, na DCTF de Dezembro/2014 optamos pelo tipo de lucro que iremos seguir para o ano de 2015. Nesse caso preciso fazer a DCTF de Dezembro? Se sim informo que tipo de lucro? Se não, como faço para excluir, pois já fiz e enviei.
Desde já agradeço a ajuda !

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoConsultor(a)
mensagens616
pontos9.518
membro desde31/12/2011
cidadeGoiania - GO
Postada:Terça-Feira, 24 de fevereiro de 2015 às 23:32:42
Nelson,
boa noite.

Em relação ao seu questionamento, seguem ponderações:

1. "Tenho uma empresa que mudou para o Simples Nacional em Janeiro/2015" - Nesse caso, não há obrigatoriedade de apresentação da DCTF. (Fundamento: Inciso I, Art. 3º da Instrução Normativa RFB N. 1.110/2010)

2. "Na DCTF de Dezembro/2014 optamos pelo tipo de lucro que iremos seguir para o ano de 2015" - Essa opção não seria pelas disposições contidas nos Artigos 1º, 2º e 4º a 70 ou pelas regras previstas nos Artigos 76 a 92 da Lei N. 12.973/2014? Se sim, referida opção é válida para PJ's tributadas pelo Lucro Real ou Lucro Presumido, não se aplicando às enquadradas no SIMPLES. Contudo, é necessário que o amigo elucide mais sobre tal informação prestada na DCTF.

Cabe lembrar que em relação ao Regime de Tributação, o mesmo só é escolhido a partir do primeiro pagamento de IRPJ efetuado (vide , portanto, o amigo deve verificar o ocorrido e elucidar melhor questão.


Atenciosamente.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida
Consultor Tributário e Contábil
Contador - CRC GO nº 24.586/5-O

e-mail: luizmauriciodealmeida@gmail.com

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Rafael Carvalho Melo

Usuário Ativo

profissãoAuxiliar Escrita Fiscal
mensagens138
pontos1.371
membro desde19/04/2012
cidadeNova Serrana - MG
Postada:Quarta-Feira, 25 de fevereiro de 2015 às 13:42:26
(Regra 12) Antes de criar um Novo Tópico, faça uma busca pelo Fórum no campo Pesquisa. por Wilson Fernando de A. Fortunato em 25/02/2015 13:47:12
Boa Tarde a todos!!!

Empresa que não houve movimento no ano de 2014, deveria ter entregado a DCTF Mensal referente a Dezembro/2014, apenas para informação da Opção ou não referentes à Lei 12.973/2014 para o ano calendário de 2014?



Grato.

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Rafael Salgado

Usuário Estrela Nova

profissãoAnalista Fiscal
mensagens249
pontos3.181
membro desde16/05/2013
cidadeBelem - PA
Postada:Quarta-Feira, 25 de fevereiro de 2015 às 14:18:23
Frederico, Boa Tarde!


Recomenda-se o envio das DCTF do mês de Janeiro para opção do regime tributário e a do mês de Dezembro.

Para Informação dos meses que não tiveram movimentação tributária (débito a declarar), esta informação é por meio do SPED Contribuições de Dezembro no campo "0120 - Identificação de Períodos Dispensados da EFD-Contribuições", lá você deve informar os meses que não tiveram movimentação tributária.

Grato!

Rafael Salgado
Analista Fiscal

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Fabiano Gonçalves

Usuário Novo

profissão
mensagens16
pontos167
membro desde03/10/2012
cidade
Postada:Quinta-Feira, 26 de fevereiro de 2015 às 16:43:29
pesquisei no fórum, mas não consegui tirar a minha duvida


quando eu informo o valor o IR S/ Aluguel na DIRF sou obrigado informar na DCTF também?

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens6.421
pontos76.712
membro desde23/10/2007
cidadeGuardamor - MG
Postada:Quinta-Feira, 26 de fevereiro de 2015 às 17:12:34
Fabiano Gonçalves,

Boa tarde!

quando eu informo o valor o IR S/ Aluguel na DIRF sou obrigado informar na DCTF também?

Da forma como você postou a sua dúvida, fica complicado lhe fornecer uma resposta exata.

Mas, presumo que a sua empresa pagou um aluguel e reteve o IR neste pagamento.
Se isto for, a empresa deverá sim declarar os valores na DIRF e, também deverá fazer a entrega da DCTF, informando o valor devedor do IR retido no pagamento.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Diogo dos Santos de Oliveira

Usuário Iniciante

profissão
mensagens53
pontos430
membro desde17/05/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 27 de fevereiro de 2015 às 11:28:50
Prezados!

Bom dia a todos!

Ao tentar transmitir uma retificação na DCTF de dezembro de 2012, no programa 2.4, apareceu a seguinte mensagem:

"ERRO Validador DCTF
A TRANSMISSÃO NÃO FOI CONCLUÍDA,
Para entregar DCTF Mensal referente ao ano-calendário a partir de agosto de 2014, utilize a versão 3.2 do PGD DCTF Mensal."

Não consegui entender, caso tiver alguém que já teve esse "problema", por gentileza me ajudar, pois a DCTF Mensal 3.2 não tem o ano de apuração de 2012. Como farei essa retificação, sendo que em ambos os programas, não me dá essa opção?

Grato!

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Luciano Fayer Bastos

Usuário Estrela Vermelha

profissão
mensagens4.085
pontos25.848
membro desde26/06/2014
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Sexta-Feira, 27 de fevereiro de 2015 às 11:31:21
Diogo voce deve usar a versão 2.5

Luciano Fayer Bastos

https://www.linkedin.com/in/luciano-fayer-554b5912a/

“O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Diogo dos Santos de Oliveira

Usuário Iniciante

profissão
mensagens53
pontos430
membro desde17/05/2012
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Sexta-Feira, 27 de fevereiro de 2015 às 11:37:15
Mensagem Editada por Diogo dos Santos de Oliveira em 27/02/2015 12:11:53
Luciano,

Obrigado pela informação, fiz pela 2.5 e deu certo.

Obrigado!

Diogo

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Ana Maria

Usuário Iniciante

profissãoContador(a)
mensagens50
pontos364
membro desde30/09/2014
cidadeSanta Rita do Passa Quatro - SP
Postada:Sexta-Feira, 27 de fevereiro de 2015 às 16:24:12
Boa tarde

A partir da IN 1470 de 30/05/2.014 as SCP estão obrigadas a se inscrever no CNPJ.
Os impostos são apurados e recolhidos no darf do sócio ostensivo.
Como fica a entrega da DCTF dessas SCP, é obrigada a entregar ou não?

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

profissãoTécnico Contabilidade
mensagens6.421
pontos76.712
membro desde23/10/2007
cidadeGuardamor - MG
Postada:Sexta-Feira, 27 de fevereiro de 2015 às 17:50:21
Ana Maria ,

Boa tarde!

De acordo com a legislação em vigor (IN RFB nº 1.110/2010), também é devida a entrega da DCTF para as SCP.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Rafael Valadares

Usuário Frequente

profissãoAdministrador(a) Empresas
mensagens99
pontos690
membro desde28/02/2008
cidadeMacapa - AP
Postada:Segunda-Feira, 2 de março de 2015 às 21:59:59
DUVIDAS

Boa noite, irei começar a fazer contabilidade de uma igreja que está iniciando ou seja sem movimento, eu não entendi essa colocação "Segundo a regra específica da Receita Federal do Brasil as pessoas jurídicas, inclusive isentas e imunes, que não tenham débitos a declarar estarão dispensadas da entrega da DCTF a partir do 2º mês em que permanecerem nesta condição."

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida

Usuário 2 Estrelas de Prata

profissãoConsultor(a)
mensagens616
pontos9.518
membro desde31/12/2011
cidadeGoiania - GO
Postada:Segunda-Feira, 2 de março de 2015 às 23:04:16
Rafael,
Boa noite.

Ainda que a entidade imune (igreja) esteja iniciando sem movimento (sem débitos a declarar), a primeira DCTF deverá ser entregue ao Fisco. Já que a segunda Declaração, caso esteja com ausência de débitos, não será mais necessária a sua transmissão.

Att.

Luiz Mauricio Rodrigues de Almeida
Consultor Tributário e Contábil
Contador - CRC GO nº 24.586/5-O

e-mail: luizmauriciodealmeida@gmail.com

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Felipe Oliveira

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens27
pontos332
membro desde25/07/2013
cidadeBebedouro - SP
Postada:Quinta-Feira, 12 de março de 2015 às 08:10:59
Boa Tarde, Senhores

Ao entregar a DCTF referente ao mês 01/2015 para uma empresa Lucro Presumido, qual a opção correta para o campo:

- Critério de Reconhecimento das variações monetárias dos direitos de crédito e das obrigações do contribuinte, em função da taxa de câmbio.
Opções: Regime caixa, Regime competência e não se aplica.

Grato

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Itamar Kramm

Usuário Estrela Dourada

profissãoAnalista Contabilidade
mensagens1.006
pontos9.354
membro desde01/10/2014
cidadePorto Alegre - RS
Postada:Quinta-Feira, 12 de março de 2015 às 08:36:45
Felipe Oliveira,

Se sua empresa não opera com taxa de câmbio, a resposta será: não se aplica

Att

ver Anexos (2)

2 pessoas aprovaram esta mensagem.

Felipe Oliveira

Usuário Novo

profissãoAuxiliar Contabilidade
mensagens27
pontos332
membro desde25/07/2013
cidadeBebedouro - SP
Postada:Quinta-Feira, 12 de março de 2015 às 09:08:39
Bom Dia, Itamar Kramm

Obrigado pela vossa atenção,

Minhas empresas não operam com taxa de câmbio, mas ao escolher a opção "não se aplica" surge o seguinte erro:

- " A opção "não se aplica" deve ser utilizada única e exclusivamente pelas pessoas jurídicas imunes ou isentas do IRPJ ou pelos órgãos públicos de administração direta."

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.

Vinícius

Usuário Novo

profissãoAnalista Fiscal
mensagens19
pontos289
membro desde19/11/2010
cidadeSao Paulo - SP
Postada:Quinta-Feira, 12 de março de 2015 às 17:46:27
Boa tarde enviei uma DCTF 2.5 referente ao me 03/2013 no dia 05/03/2015, no momento em que transmiti ela não gerou a multa.

Hoje entrei no conta ECAC no relatório de situação fiscal e a multa aparece como exigibilidade suspensa na receita federal.

Essa empresa é uma sociedade beneficente (albergue assistencial).

Alguém poderia me ajudar, devo pagar essa multa?

ver Anexos (2)

1 pessoa aprovou esta mensagem.


mostrando página 2 de 85

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Facebook


x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César