x
2016-07-26T16:03:09-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 132

acessos 92.152

Perdcomp - Como fazer?

há 3 anos Quarta-Feira | 31 maio 2017 | 15:53

Boa tarde a todos,

Preciso efetuar o PER/DCOMP compensação referente a pagamentos à maior da CSLL, minhas duvidas são:

1 - Para que eu possa compensar os valores pagos à maior eu só poderei utilizar os créditos em outras guias de CSLL ou pode ser de qualquer tributo que seja de administração da RFB?

2 - Os valores deverão ser compensados de guias que ainda vão vencer ou somente de guias já vencidas?

3 - No campo "Data de Arrecadação" devo colocar a data que efetuei o pagamento da guia?

4 - O pedido de compensação deverá ser feito mensalmente ou poderá ser feito de uma só vez? Visto que o valor à compensar é R$ 350.000,00 (Referente aos últimos 5 anos).

Desde já agradeço a atenção de todos!!!

há 3 anos Quinta-Feira | 1 junho 2017 | 10:12

Bom dia Paula. Vamos por partes.
1 - Pagamentos a maior de Cssl poderão ser utilizados para compensar qualquer dos tributos administrados pela RFB. Lembre-se não pode ser utilizado para débitos de previdenciários.

2- Você poderá utilizar pagamentos a maior para quitar débitos anteriores ou à vencer.

3- data de arrecadação do crédito (pagamento a maior) a ser utilizado é a data do pagamento do Darf

4- Você poderá utilizar o crédito até o limite dele mesmo. Somente tem valor a ser utilizado para compensação, pagamentos a maior ou indevido de no máximo 5 anos. Se você tem débitos pagos a maior de 5 anos atrás, comece por utilizar os créditos mais antigos para efetuar as compensações que deseja.

Abraços. Precisando disponha.

há 3 anos Quarta-Feira | 14 junho 2017 | 09:51

Boa tarde,

Tenho uma empresa com a atividade de FABRICAÇÃO DE CALÇADOS optante pelo Lucro Presumido que em 2016 auferiu os seguintes créditos de IPI referente a aquisição de Matéria Prima:

1º TRIMESTRE de 2016: R$ 200,00
2º TRIMESTRE de 2016: R$ 300,00
3º TRIMESTRE de 2016: R$ 3.500,00
4º TRIMESTRE de 2016: R$ 1.000,00

Total de créditos do ano: R$ 5.000,00


Em 27/04/2017 fiz pelo programa PER/DCOMP 4 (quatro) PEDIDOS DE RESSARCIMENTO DE IPI, uma para cada Trimestre com os respectivos valores dos créditos para realizar a compensação no DEBITO DE IRPJ DO 1º TRIMESTRE DE 2017.

MINHA DUVIDA É ENTÃO A SEGUINTE:

- Devo realizar apenas "UMA" DECLARAÇÃO DE COMPENSAÇÃO informando o total de credito compensado no debito de IRPJ? ?????

ou

- Devo realizar uma DECLARAÇÃO DE COMPENSAÇÃO para cada pedido de ressarcimento (totalizando então 4 declarações de compensação) ??????

há 3 anos Terça-Feira | 20 junho 2017 | 11:08

Olá Eduardo Henrique,
Alguém respondeu sua pergunta? consegui orientação? Tenho PERDCOMP a fazer, mas nunca fiz e tenho medo de cometer algum erro e ser penalizada por desconhecimento. Ouvi falar em punições severas para erros, mesmo que por puro equivoco. Estou insegura. Se tiver algo a me dizer fico grata

há 3 anos Quinta-Feira | 6 julho 2017 | 08:53

Bom dia amigos,

Em Dez/2016 minha empresa apurou saldo credor de 14.222,71, contudo por problema sistêmico, o referido valor apareceu como devedor e foi recolhido indevidamente.

Na DCTF relativo a Dez/2016, não informei esse valor pago indevidamente.

Na versão PER/DCOMP 6.7, não existe a opção no campo TIPO DE CRÉDITO para selecionar a opção '' PAGAMENTO INDEVIDOS OU A MAIOR'''.

Qual o procedimento que devo utilizar para que esse valor que paguei indevidamente para compensar débitos futuros?!

Retifico DCTF de DEZ/16 informando que paguei o valor indevido?! Como proceder na questão do PER/DCOMP que não tem a opção para informar pagamento indevido ou a maior?!

Obrigado a todos

Patrick Dahlskjaer

Consultor Tributário

E-mail: Patrick.dahlskjaer@gmail.com
há 3 anos Sexta-Feira | 7 julho 2017 | 15:25

Pessoal, Boa Tarde

Seguinte, foi feito um parcelamento de INSS, onde o Dpto financeiro fez o preenchimento da primeira parcela errado e o mesmo, por conta disso, foi indeferido. Como acumulou e a empresa não tem dinheiro apra pagar tudo junto, estarei fazendo um novo parcelamento e pedindo o ressarcimento desta "primeira parcela" que foi paga pelo PERD/COMP.. Porem nem sabia da existência disso.

Alguém pode me ajudar por onde começar?
Algum colega já fez algo parecido?

Obrigada

há 3 anos Quinta-Feira | 13 julho 2017 | 22:33

Boa noite Pessoal,

Estou com uma dúvida com relação a Per/Dcomp Ressarcimento de IPI.

Fiz a primeira Per/Dcomp referente ao 1º Trimestre de 2017, no começo de maio de 2017, o pedido está em análise.

Ocorre que preciso fazer várias Per/Dcomp. A primeira do 2º Trimestre de 2012 até 4º 2016. O primeiro trimestre, perderam o prazo.

Entreguei o 2º trimestre de 2012 no dia 28/06/2017. Hoje entrei para consultar a situação e apareceu a seguinte mensagem:


Da análise do PER/DCOMP acima identificado, foi constatado que os ressarcimentos de créditos informados nas fichas "Ressarcimentos de Créditos

no Período", "Ressarcimentos de Créditos Após o Período" e "Pedidos de Ressarcimentos Transmitidos no PA Corrente" não correspondem ao total

dos pedidos(PER/DCOMP) transmitidos desde o primeiro período de apuração do trimestre de referência até o momento anterior ao da transmissão

do PER/DCOMP ora em análise.


Para regularizar a situação apontada, no caso de ressarcimentos de créditos informados nas fichas "Ressarcimentos de Créditos no Período" e

"Ressarcimentos de Créditos Após o Período", deverá ser apresentado PER/DCOMP retificador, observada a regra abaixo:

A informação de estorno de crédito por ressarcimento deve ser prestada exclusivamente no campo "Ressarcimento de Créditos"(da Ficha "Livro

Registro de Apuração do IPI no Período do Ressarcimento - Saídas" e Ficha "Livro Registro de Apuração do IPI Após o Período do

Ressarcimento"). Se tal informação estiver prestada indevidamente no campo "Estorno de Créditos" ou no campo "Outros Débitos"(da Ficha "Livro

Registro de Apuração do IPI no Período do Ressarcimento - Saídas" e Ficha "Livro Registro de Apuração do IPI Após o Período do

Ressarcimento"), ela deve ser corrigida.

Informações Complementares:

Valor informado no campo "Ressarcimento de Créditos" da Ficha "Livro Registro de Apuração do

IPI Após o Período do Ressarcimento - Saídas" R$0,00

Valor total dos pedidos efetuados após o trimestre de referência (relação abaixo), de acordo com os documentos existentes na base de dados dos

sistemas de controle da RFB: R$46.877,61.

Será que o problema se deve por eu ter entregue um trimestre de 2017 primeiro? o que devo fazer para acertar essa situação?

há 3 anos Quarta-Feira | 2 agosto 2017 | 15:17

Preciso Compensar um valor pago a maior numa darf 0561 (IRRF) baixei o Per/Dcomp mas não sei como devo preencher


Cria uma declaração de compensação nos seguintes parâmetros:

Data: a sua escolha
CNPJ: Do seu cliente
Qualificação: De acordo com o contribuinte (No geral é demais sociedades)
Tipo de Documento: Declaração de Compensação
Tipo de Crédito: Pagto Indevido ou a Maior
Ação Judicial: Não

Seu crédito será a diferença entre DARF pago e o valor que deveria ter sido pago.
Exemplo:
Pagou um DARF de 1.000,00 e o correto era 800,00, o crédito a utilizar da DCOMP será de 200,00.
Se pagou indevidamente os 1.000,00, o crédito será 1.000,00

Preciso fazer uma Per/Dcomp para compensar uma multa de DCTF, tenho credito de Cofins pra fazer isso, como devo preencher a PER/DCOMP?


Boa tarde,

Qual a origem do crédito?
Pagamento a maior de Cofins, ressarcimento, etc?

O débito (no caso mukta de DCTF) deverá ser informado na ficha de Lançamento de Oficio - Multa/Juros.

Basicamente é isso...

Dúvidas, estou a disposição.

---------------------------------------
         EDUARDO LESSA
CEO / Consultor Tributário
         L&B Consultoria
    http://www.lbconsultoria.net/
---------------------------------------
há 3 anos Quinta-Feira | 3 agosto 2017 | 08:20

Eduardo F. Lessa Costa, bom dia.

A minha empresa é do Lucro Real, e a origem do meu credito é apuração mensal.

Se voce puder me ajudar no preenchimento dessa per/dcomp, na hora que eu vou iniciar o preenchimento da per/dcomp pede o tipo de credito, é essa a minha duvida não sei qual colocar.

Desde ja agradeço.

ATT.
Tedy

há 3 anos Quinta-Feira | 3 agosto 2017 | 09:41

Bom dia Tedy Luis de Souza,

No seu caso é um pouco mais "chato", pois é feito em duas etapas.
Primeiro você deverá fazer o Pedido de Ressarcimento de Cofins e depois a declaração de compensação.

1ª Etapa
Crie um pedido de ressarcimento nos seguintes parâmetros:
Data: a sua escolha
CNPJ: Do seu cliente
Qualificação: De acordo com o contribuinte (No geral é demais sociedades)
Tipo de Documento: Pedido de Ressarcimento
Tipo de Crédito: Cofins Não-Cumulativa - Ressarc/Compens - PA a partir jan/2014
Ação Judicial: Não

No decorrer do preenchimento irá informar a constituição do crédito (apuração) trimestralmente.
Obs.: Mesmo apuração mensal, o pedido é feito de forma trimestral.

Após fazer o pedido, irá transmitir e terá o número de recibo e com esse número irá fazer a declaração de compensação:

2ª Etapa:
Crie uma declaração de compensação nos seguintes parâmetros:
Data: a sua escolha
CNPJ: Do seu cliente
Qualificação: De acordo com o contribuinte (No geral é demais sociedades)
Tipo de Documento: Declaração de Compensação
Tipo de Crédito: Cofins Não-Cumulativa - Ressarc/Compens - PA a partir jan/2014
Ação Judicial: Não

Informará o número do recibo do pedido (em per-dcomp inicial).

Seu crédito será o valor do pedido de ressarcimento.


Dúvidas, só chamar!

---------------------------------------
         EDUARDO LESSA
CEO / Consultor Tributário
         L&B Consultoria
    http://www.lbconsultoria.net/
---------------------------------------
há 3 anos Sexta-Feira | 4 agosto 2017 | 08:37

Bom dia,

preciso fazer a PER/DCOMP de um IRRF que foi pago a maior com código de PIS/COFINS. O pagamento como PIS/CONFINS foi feito no dia 19/05, após o erro noticiado foi pago a guia como IRRF no dia 25/05 gerando uma multa. Como devo proceder?

há 3 anos Sexta-Feira | 4 agosto 2017 | 15:16

Boa tarde Sergio H. Junqueira ,

Foi como nosso amigo Reinaldo Vasconcelos Vieira informou, não precisava ter pago, mas como pagou caracteriza um pagamento indevido.
Siga as orientações que passei no post anterior para a Tielly.medeiros!

Dúvidas, só chamar!

---------------------------------------
         EDUARDO LESSA
CEO / Consultor Tributário
         L&B Consultoria
    http://www.lbconsultoria.net/
---------------------------------------
há 3 anos Quinta-Feira | 10 agosto 2017 | 19:21

oi preciso fazer um perdcomp de 4 meses pois estava no auxilio maternidade e minha patroa pagou igual pra mim. agora estou tentado fazer e nao consigo. alguem poderia m ajudar ?

há 3 anos Quinta-Feira | 24 agosto 2017 | 16:49

Boa tarde,

Tenho um novo cliente, tributado no lucro presumido desde 2016.

O mesmo era tributado pelo lucro real até o ano de 2015, e apresenta um saldo alto de Prejuízo fiscal escriturado certinho no Lalur.

Minha pergunta é : posso fazer PERDCOMP dos impostos do trimestre atual (2017) , optante ele pelo lucro presumido, utilizando esse prejuízo fiscal (30%) ? E se posso, tem limite de vezes no ano, ou posso ir compensando até finalizar esse saldo ?

Nunca fiz tal procedimento, mas como me foi questionado se poderíamos utilizar esse valor estou recorrendo ao fórum porque não encontrei nada que me esclarecesse ...

Muito obrigada,

Silene

há 3 anos Segunda-Feira | 11 setembro 2017 | 15:12

Boa Tarde pessoal,

preciso fazer uma PER-DCOMP devido ao pagamento indevido/a maior, sobre o tributo IRRF 0561 e estou com algumas dúvidas quanto ao preenchimento correto da declaração de compensação, pois vou compensá-lo pelo mesmo tributo. A ordem dos fatos são os seguintes:
1) Foi recolhido em 20/03/2017 um DARF com o código 0561 no valor total de R$ 70.637,03 referente a competência 28/02/2017. Posteriormente foi identificado que foi recolhido a maior o valor de R$ 10.961,84.

Já estou com a versão do PER-DCOMP 6.8 instalada na máquina, e por ocasião do preenchimento, surgiu as seguintes dúvidas:
a) Na Ficha CRÉDITO, na aba "Pagamento Indevido ou a Maior", eu preencho o valor pago indevidamente ou a maior, correto? que no caso, foi o valor de R$ 10.961,84 cuja a data de arrecadação foi o dia 20/03/2017 pelo código 0561 do grupo de tributos IRRF, que ao preencher o referido valor, o programa já corrige com Selic acumulada, deixando o crédito atualizado com R$ 11.524,18
b) Na aba "DARF" dentro da Ficha CRÉDITO, eu informo os dados do DARF que foi recolhido com valor a maior, correto?

A maior dúvida minha está na ficha DÉBITO. Nessa ficha, é onde eu devo selecionar o grupo de tributos que eu vou compensar o imposto com o valor do débito apurado no mês de referência para a compensação? que no meu caso, vai ser o IRRF 0561 mesmo.
Eu quero compensar com o imposto apurado do mês 08/2017, cujo o vencimento é em 20/09/2017.Tenho como valor devido para recolhimento, o montante de R$ 75.585,58.
Nessa ficha, eu informo somente o valor que eu quero compensar? No meu caso eu quero compensar o valor total pago a maior, cujo valor corrigido é de R$ 11.524,18. Se for essas as informações que eu deva preencher, eu já posso fazer o DARF de 08/2017 com o valor já menor (75.585,58 - 11.524,18) = 64.061,40 ?? Está certo o procedimento?

A DCTF base do mês 02/2017, eu devo retificá-la? E alterar o valor do débito do tributo IRRF 0561?

Desde já, agradeço à atenção de todos.

Fico no aguardo

Laércio Andreiov
há 3 anos Segunda-Feira | 11 setembro 2017 | 15:49

Laercio

1 -a) e b) corretos

No meu caso eu quero compensar o valor total pago a maior, cujo valor corrigido é de R$ 11.524,18.

Isso mesmo

eu já posso fazer o DARF de 08/2017 com o valor já menor

Isso mesmo

A DCTF base do mês 02/2017, eu devo retificá-la? E alterar o valor do débito do tributo IRRF 0561?

Sem dúvida, pois esse é o primeiro passo antes de qualquer alteração, precisa compor o valor do credito que vem desse pagamento.

há 3 anos Segunda-Feira | 11 setembro 2017 | 15:55

Obrigado Raphael. Mas tem um detalhe, quando eu tento retificar a DCTF do mês 02/2017, onde eu devo reduzir o valor de R$ 10.961,84 pagos a maior? Pois se eu deduzir no valor do débito declarado do referido tributo, na hora de validar dá erro e da a mensagem de que os créditos vinculados são maiores do que os débitos informados e impede a transmissão.

Eu tenho que retificar a DCTF primeiro antes de transmitir a PER-DCOMP?
Na ficha COMPENSAÇÃO da DCTF, eu só vou utilizar na base do mês 08/2017 da DCTF quando for informar os DARF's pagos referente ao período?

Laércio Andreiov
há 3 anos Segunda-Feira | 11 setembro 2017 | 17:17

Laércio,

Na DCTF na aba "débito" você vai informar o valor devido (R$ 59.675,19) e no DARF você informa ele conforme foi pago (R$ 70.637,03) e no campo "valor pago do débito" você informa os R$ 59.675,19 - daí o crédito: valor pago no DARF maior que o valor pago do débito, entendeu?

Eu tenho que retificar a DCTF primeiro antes de transmitir a PER-DCOMP?
Sim, pois conforme disse o colega acima, você deve compor o crédito perante à SRF.

Na ficha COMPENSAÇÃO da DCTF, eu só vou utilizar na base do mês 08/2017 da DCTF quando for informar os DARF's pagos referente ao período?
Sim. Quando for enviar a DCTF do mês 08/2017 você informará o valor do débito, o DARF pago da diferença, se houver, e a compensação feita através da Perd-Comp.

Qualquer dúvida, volte a postar.
Atenciosamente,

Roane Pacheco
Página 2 de 5
1 2 3 4 5
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.