x
2020-01-20T11:24:44-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS ESTADUAIS/MUNICIPAIS

respostas 2

acessos 40

SOBRAS DE MERCADORIAS - COMERCIO - LEGALIDADE

há 4 semanas Segunda-Feira | 20 janeiro 2020 | 11:24

Empresa Lucro Real, atividade Comercio-Distribuidora. Há mercadorias que sobram (não é decorrente de produção) no estoque, por descuido/desatenção e por vezes o inventário é realizado muito tempo depois do ocorrido. Minha duvida é: Existe alguma operação fiscalmente legal para realizar esse tipo de "Acerto de Estoque decorrente de Sobra"? Se sim, qual CFOP usar? Qual a operação? Se não, qual a maneira mais correta de proceder com as sobra?

há 3 semanas Terça-Feira | 21 janeiro 2020 | 13:08

A contabilização é:

D - PERDA DE ESTOQUE (Resultado)
C - ESTOQUE (A.C.)

D - (-) ICMS SOBRE COMPRAS (Resultado)
C - ICMS A RECUPERAR (A.C.)

D - PIS SOBRE COMPRAS (Resultado)
C - PIS A RECUPERAR (ATIVO)

D - COFINS SOBRE COMPRAS (Resultado)
C - COFINS A RECUPERAR (ATIVO)

Lembrando que deve ser feito os estornos dos créditos da entrada. (ICMS, PIS e [url=https://www.contabeis.com.br/tributario/cofins/]COFINS)

Se a pretensão é doar esta sobre ou descartar, emita uma nota de doação no CFOP 5.910 com ICMS, PIS e COFINS.
[/url]

Telma Carreira Frate , empresária, escritório contábil.

Professora , Contadora, MBA em Controladoria, Lato Sensu em Direito Tributário
há 3 semanas Terça-Feira | 21 janeiro 2020 | 13:26

Boa tarde Telma,

Em se tratando de falta, não vejo problema, mas minha duvida é quanto a sobra de mercadoria no meu estoque.

Estoque Fiscal: 10 / Estoque Físico: 11. Está uma unidade que sobra, desejo colocar para venda novamente, ai entra na minha pergunta:  Existe alguma operação fiscalmente legal para realizar esse tipo de "Acerto de Estoque decorrente de Sobra"? Se sim, qual CFOP usar? Qual a operação? Se não, qual a maneira mais correta de proceder com as sobra?

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.