x
2020-02-21T09:32:16-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS ESTADUAIS/MUNICIPAIS

respostas 5

acessos 109

Emissão nota fiscal peças em garantia movimentação

há 24 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 09:32

Bom dia,

Trabalho em um centro automotivo optante pelo regime do Simples. Como proceder no caso de peças instaladas no veiculo que depois da revenda retornam e substituímos por novas peças em garantia? Como fica a movimentação das notas fiscais? 
Temos feita da seguinte forma: Venda cfop 5405/6405 e 5102/6102 CSOSN 500.  em garantia damos entrada na peça com defeito com CFOP 1949 substituímos a peça com defeito por uma nova peça e emitimos a nf para o consumidor com CFOP 5949/6949 e posteriormente em alguns casos enviamos a mercadoria com defeito para o distribuidor com CFOP 5949/6949. Está correto? No caso de baterias automotivas há alguma particularidade? É obrigatório todo esse  movimento fiscal?
Outra dúvida é quanto ao CSOSN, que em todas as operações colocamos 500.No nosso caso ele muda de acordo com a operação?

Grata.

há 24 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 12:36

A peça era do estoque, foi vendida e retornou em garantia. Foi entregue uma nova em garantia da venda e a peça com defeito foi enviada para o fabricante..
A movimentação ficou assim:
Venda - saída : CFOP 5405 - CSOSN 500     ST 060  (saida do estoque  peça nova)
Entrada: 1949 CSOSN 500     ST 060  (retorno da peça vendida - que deu defeito)
Garantia-saída : CFOP 5949 CSOSN 500     ST 060  (saída do estoque peça nova dada em garantia da venda)
Remessa -saída CFOP 5949 CSOSN 500     ST 060 (peça com defeito enviada para o fabricante em garantia- defeito de fábrica)
Está correto?

há 24 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 14:16

Boa tarde!

Agora entendi. Aparentemente está certo sim.
Só mantém o máximo de informação possível, tanto no campo informações complementares que consta no XML, como nos livros de entrada/saída e EFD, caso haja alguma fiscalização.
Dessa maneira não estará lesando o fisco.

Atenciosamente,
Bruno.

há 24 semanas Sexta-Feira | 21 fevereiro 2020 | 18:21

Normal. Se recebeu a peça defeituosa tem que dar entrada. Dessa maneira não lesa o fisco.
A bateria é o mesmo procedimento. 
Pensa assim, tudo que vc recebe físico, o fiscal tem que ser escriturado. 

Atenciosamente,
Bruno.

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.