x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS ESTADUAIS/MUNICIPAIS

respostas 1

acessos 58

como posso incluir a venda de parafusos e porcas na industria de estruturas em aço

Rudimara Aparecida Kasper

Iniciante DIVISÃO 2, Auxiliar Contabilidade
há 18 semanas Segunda-Feira | 14 dezembro 2020 | 16:12

Trabalho em uma indústria de estruturas  de aço do lucro presumido para painéis solares, compramos barras. perfis, chapas para confeccionar as peças para receber os painéis, porém para fixação das estruturas é necessário utilizar porcas e parafusos.  Compramos as porcas e parafusos  de empresas distribuidoras, comercio e de indústria.
Como posso tratar as porcas e parafusos?? como matéria prima? como insumos?
Posso vender essas porcas e parafusos, podem sair na nota fiscal como itens que vendemos, preciso agregar eles no valor das estruturas, ou seja, eles fazem parte da estrutura ou são itens separados, lembrando que não fazemos nenhum acabamento neles, apenas compramos e revendemos.  

Moderador

Hugo Ribeiro

Moderador , Contador(a)
há 17 semanas Domingo | 20 dezembro 2020 | 10:37

Rudimara Aparecida Kasper,

Devemos ter em mente o cenário bem estruturado na empresa sobre a aquisição dessas porcas e parafusos:

1 - Se seu cliente entender que tais produtos foram utilizados no processo de industrialização, como tal deverão ser reconhecidos, ou seja, comporão receita do produto vendido, CFOP 5.101.

2 - Se houver entendimento de que não foi utilizado nesse processo de industrialização, aí a venda será será por exemplo, com CFOP 5.102.

Pela exposição no seu texto, entendí ser uma venda independente da produção, estando mais direcionada para a opção 2.

Att

Hugo Ribeiro - Cristalina Goiás.
hugo.assessoriacontabil@gmail.com
"Eventualmente presto serviços de assessoria contábil para profissionais em início de atividades"
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.