x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 7

acessos 5.799

Compensar IR retido nas aplicações financeiras

Daniel Garcia

Ouro DIVISÃO 2, Contador(a)
há 1 ano Terça-Feira | 12 setembro 2017 | 14:13

Helder,

Essa compensação só será possível caso o IRRF de aplicações financeiras se torne saldo negativo pela não utilização para dedução do IRPJ.

Aí sim, mediante PER/DCOMP e os papéis de trabalho, a compensação poderá ser feita para qualquer tributo administrado pela RFB.

At.,

Daniel Garcia
Garcia & Paiva Assessoria Contábil
--
* Legalização de empresas;
* Atendimento ao MEI;
* Serviços contábeis;
* Planejamento tributário.

* (21) 96920-2877
* danielgarcia@gpcontadores.com.br
* contato@gpcontadores.com.br

Flavio Novaes

Prata DIVISÃO 1, Analista Contabilidade
há 1 ano Terça-Feira | 12 setembro 2017 | 16:03

Olá !

tenho uma dúvida também sobre o mesmo assunto ...

Gostaria de saber se na emissão da Perdcomp eu deveria colocar o tipo de documento PEDIDO DE RESTITUIÇÂO ou DECLARAÇÂO DE COMPENSAÇÂO.

Quero também utilizar o crédito para pagar outros débitos federais ...

Obrigado

Daniel Garcia

Ouro DIVISÃO 2, Contador(a)
há 1 ano Terça-Feira | 12 setembro 2017 | 21:47

Helder,

O IRRF não utilizado, ao fim de cada período de apuração (trimestral ou anual) se tornará em saldo negativo, podendo ser objeto de compensação com outros tributos administrados pela RFB. Para tanto, solicite um Pedido de Ressarcimento via PER-DCOMP para cada saldo negativo (montante trimestral ou anual não utilizado do imposto retido). Após isso, você poderá elaborar outros PER-DCOMP para compensar os outros débitos.

Lembre-se de que a RFB cruzará os dados para saber se o valor está correto. Portanto, monte os papeis de trabalho (ECF, DCTF, Informe de Rendimentos conciliado com a DIRF do declarante).

At.,

Flavio,

Creio que essa resposta também o ajude.

At.,

Daniel Garcia
Garcia & Paiva Assessoria Contábil
--
* Legalização de empresas;
* Atendimento ao MEI;
* Serviços contábeis;
* Planejamento tributário.

* (21) 96920-2877
* danielgarcia@gpcontadores.com.br
* contato@gpcontadores.com.br

Fabricio Rodrigues

Bronze DIVISÃO 2, Analista Contabilidade
há 37 semanas Segunda-Feira | 8 outubro 2018 | 16:08

Prezados, boa tarde.

Tenho um questionamento semelhante ao do colega Helder.

A empresa possui IRRF s/ aplicação financeira não compensado de outros períodos cuja compensação será feita agora em outros tributos.
Há alguma diferença em relação aos exemplos citados acima por ser Lucro Presumido e não Real?

Antecipadamente, agradeço a atenção.

Att,

Fabricio Rodrigues

Daniel Garcia

Ouro DIVISÃO 2, Contador(a)
há 33 semanas Quinta-Feira | 1 novembro 2018 | 12:54

Fabricio Rodrigues,

Não há diferença alguma. Só tenha atenção pois os saldos negativos de IRPJ no Lucro Presumido são trimestrais. No Lucro Real podem ser anuais

At.,

Daniel Garcia
Garcia & Paiva Assessoria Contábil
--
* Legalização de empresas;
* Atendimento ao MEI;
* Serviços contábeis;
* Planejamento tributário.

* (21) 96920-2877
* danielgarcia@gpcontadores.com.br
* contato@gpcontadores.com.br

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.