x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 20

acessos 22.531

Simples Nacional - Calculo Faixa 6 - RBT12 superior a 3.600.000,00 em 2018.

Edivaldo Duarte

Prata DIVISÃO 1, Encarregado(a) Fiscal
há 3 anos Quarta-Feira | 18 abril 2018 | 11:03

Caros Amigos,
Bom dia!

Estou precisando da ajuda de vocês para compreender como chegar no valor da alíquota quando ocorre os seguintes fatores.

1 - Empresa Prestadora de Serviços Sujeitos exclusivamente ao Anexo III, que na competência Março de 2018 faturou o valor de R$ 225.402,50, e que sua RBA 2018 esta acumulada em R$ 808.753,53, e sua RBT12 (Mar-17 á Fev-18) está no valor de R$ 3.642.072,37.

Nos cálculos efetuados, levando em consideração a Faixa 6 da tabela do Simples Nacional anexo III, chegamos a ao percentual de 15,207931%, com recolhimento de ISS sob o percentual de 5,00%, baseado nestes percentuais o valor do DAS seria correspondente a R$ 34.279,06 de impostos federais, e R$ 11.270,13 de impostos municipais, com valor total de DAS de R$ 45.549,19, ja na apuração do simples nacional o sistema apresenta o valor para recolhimento de R$ 47.531,27.

Não consegui compreender a diferença nos valores, sendo que no calculo individualizado, apenas os impostos e contribuições federais apresentam diferenças.

Não visualizei nada em relação a majoração para este caso.

Alguém que tenha passado por esta mesma situação ou semelhante poderia me dar um auxilio.

Obrigado

E-mail: edivaldo0212@gmail.com

Márlus Mauri de Meira Mathias

Ouro DIVISÃO 3, Técnico Contabilidade
há 3 anos Quarta-Feira | 18 abril 2018 | 12:29

Edivaldo

como a empresa passou os R$ 3.600.000,00 nos últimos 12 meses e por hora o faturamento do ano está abaixo dos R$ 3.600.000,00, o cálculo é o seguinte

para os impostos federais : pis, cofins, ir, csll e cppp , vai utilizar os valores da linha 6

para o ISS, de utiliza os valores da tabela 5

tabela 6: percentual 33% dedução 648.000,
tabela 5 : percentual 21% dedução 125640,


tabela 6 - federais ((3642072,37 x 33%) - 648.000 ) / 3642072,,37 = 0,152079

tabela 5 ((3642072,37 x 21%) - 125640 ) / 3642072,,37 x 33,50% = ,058791 > o 33,50% percentual de repartição do ISS na tabela 5


0,152079 + 0,058791 = ,210869

225402,50 x ,210869 = 47490,05

OBS:
1 - o cálculo dá uma diferença devido a quantidade de casas decimais,
2 - no cálculo acima teria ainda o recalculo dos percentuais do ISS para os demais impostos, já que o ISS ficou em 0,058791> 5,8791%, e o limite do ISS é 5%



inclui uma planinha no tópico, aguarde a liberação por parte dos moderadores

nas Linha C66 a C77 informe o faturamento do ano anterior

na parte superior da planilha, mencione o faturamento correto mês a mês

na célula D95 informe o mês do calculo


======================

como está como exemplo, o mês de março acabei colocando como mês 01 , altere e bom proveito


Márlus



Rodrigo

Iniciante DIVISÃO 3, Administrador(a)
há 1 ano Segunda-Feira | 20 maio 2019 | 16:48

Consegui baixar o anexo mas está dando erro ao abrir... aproveito a oportunidade para tirar uma dúvida.. 
fechamos o ano de 2018 com a RBA abaixo dos 3,6mi... contudo, nos últimos 12 meses, estamos com o acumulado de 3.812.018,99, com faturamento no mês 04/2019 de R$ 260.085,81... fiz os cálculos conforme abaixo mas não consegui chegar no valor que o sistema gerou para pagamento... está dando muito mais... 
VENDA 3.812.018,99X30%) - 720.000,00 / 3.812.018,99
Alíquota 0,11112371111246  X 100 = 11,1123%
RBT12 = 3.812.018,99
260.085,81 X 11,1123% = 28.901,51
Boleto veio com o valor de R$ 39.269,43

Márlus Mauri de Meira Mathias

Ouro DIVISÃO 3, Técnico Contabilidade
há 1 ano Segunda-Feira | 20 maio 2019 | 22:09

Rodrigo , boa noite

================
 
 1 parte do calculo    ( faixa 6)
 
( 3.812.018,99X30%) - 720.000,00
------------------------------------------  =  11,1123%
 3.812.018,99
 
 
Como faturamento ( ult 12 ) está acima dos R$ 3.600.000,0 e na faixa 6 NÃO tem o ICMS
Utiliza a faixa 5
 
( 3.812.018,99X14,70%) -85.500,00
------------------------------------------  =   12,45709407%
 3.812.018,99
 
Percentual de repartição do ICMS para a faixa 5 -> 32%
 
12,45709407% x  32% =  3,986270102%
 
11,1123% ( 1 calc ) +  =  3,986270102 ( 2 calc ) = 15,09857010
 

260.085,81 x 15,09857010% =  +39.269,23
 
“Boleto veio com o valor de R$ 39.269,43”
 
DIFERENÇA nos  centavos  devido aos arrendomentos

===============

Márlus
 



Rodrigo

Iniciante DIVISÃO 3, Administrador(a)
há 1 ano Terça-Feira | 21 maio 2019 | 07:40

Muito obrigado pela explanação.... tentamos buscar esta informação com visita ao órgão responsável aqui no estado e ninguém soube responder como se chegou ao valor... 
A planilha que você anexou, quando baixo o arquivo, não consigo visualizar, está dando erro... só vejo abrindo direto no site, que não permite realizar modificações; Seria possível me enviar por email? guigo_brito@yahoo.com.br

Vanessa O. de Souza

Prata DIVISÃO 1, Analista Fiscal
há 1 ano Quinta-Feira | 5 setembro 2019 | 10:42

Pessoal, boa tarde!

Alguem pode me ajudar? Estou me descabelando e não chego de jeito nenhum aos valores que meu sistema calculou e que o PGDAS calculou.

Vou informar aqui o que tenho na realidade, se você ou alguem puder me orientar, agradeço muito!

Minha empresa é uma Transportadora, com abertura em 01/03/2019 (optante desde então).

RBT12 = 4.386.092,25 
RBA = 2.793.454,88
Faturamento mês Ago/2019 = R$ 965.916,44 
Serviço transporte c/ retenção de ISS = R$ 115.663,09
Serviço transporte por CTE = R$ 850.253,35

Ja fiz todos os calculos possíveis, e não chego no valor que o PGDAS chegou = R$ 211.110,29


Vanessa Oliveira

"A dúvida é o princípio da sabedoria."

Aristóteles

Márlus Mauri de Meira Mathias

Ouro DIVISÃO 3, Técnico Contabilidade
há 1 ano Quinta-Feira | 5 setembro 2019 | 22:31

Vanessa

 
Para Serv. Transporte e  CTE – parte federal  -> sem ISS    - anexo 3
 
RBT12  4.386.092,25    ultima faixa     não tem o ISS
 
6ª Faixa De 3.600.000,01 a 4.800.000,00     33,00%    648.000,00
 
4.386.092,25  x 33% - 648000
========================   =  0,182260289
4.386.092,25 
 
Caso tivesse em outra faixa, teria que ver opercentual de repartição do ISS e  “tirar” do percentual acima
 
 
Para o  ICMS– anexo 1   - como na ultima faixa não temo ICMS, vai utilizar a 5
 
5ª Faixa De 1.800.000,01 a 3.600.000,00    14,30%   87.300,00
Percentual do ICMS nessa faixa 33,50%
 
4.386.092,25  x 14,30% - 87300
========================   =  0,123096178  x 33,50% =  0,041237220000
4.386.092,25 
 
 
Serviço transporte c/ retenção de ISS = R$115.663,09  x   0,182260289 =    21,.080.79
Serviço transporte por CTE = R$ 850.253,35x   0,182260289 =   154.967.42
Serviço transporte por CTE = R$ 850.253,35x   0,041237220000 =   35.062.09
 
Somando os 3 ->  211.110.30
 
 Marlus

Marcelo Souza

Bronze DIVISÃO 4, Analista
há 1 ano Sexta-Feira | 6 setembro 2019 | 08:03

Pessoal, bom dia
Poderiam por gentileza auxiliar como realizo o calculo do Simples Anexo II
nas seguintes condições
RBT12 R$ 3.850.000,00
receita do Mês 160.000,00

Preciso saber a fórmula do cálculo quando excede 3.600 no Anexo II

Desde já agradeço

Vanessa O. de Souza

Prata DIVISÃO 1, Analista Fiscal
há 1 ano Sexta-Feira | 6 setembro 2019 | 08:20

Marlus, muitissimo obrigada!!!

Que Deus te abençoe, por me auxiliar!

Consegui compreender o calculo e já expliquei aqui no escritório.


Vanessa Oliveira

"A dúvida é o princípio da sabedoria."

Aristóteles

Leila Viana

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 1 ano Quarta-Feira | 18 setembro 2019 | 16:28

Marlus,

Creio que so voce conseguira me ajudar:

anexo III sem retenção de ISS

RBA 2.406.775
RBT12 4.425.869

Pelas provisões de faturamento a RBT12 vai ultrapassar 4.800.000 no proximo mes, mas ainda nao vai ultrapassar o limite anual de RBA, neste caso como ficara o valor do imposto pois a faixa 6 so vai até RBT12 4.800.000

Marcelo Souza

Bronze DIVISÃO 4, Analista
há 1 ano Quinta-Feira | 19 setembro 2019 | 09:00

Bom dia
Marlus, estou acompanhando o chat e percebi que vc possui um grande entendimento em cálculos do Simples

Consegue por gentileza esclarecer uma dúvida quanto ao Cálculo para Indústria que excedeu a RBT12 especificamente no Anexo II
Os valore que menciono abaixo são como exemplo somente

RBT12 R$ 3.850.000,00
receita do Mês 160.000,00

Preciso saber de que forma é realizado o cálculo

Desde já te agradeço

Marcelo

Marcelo Moreira

Prata DIVISÃO 2, Analista Tributos
há 1 ano Sexta-Feira | 3 abril 2020 | 12:26

Boa tarde 

Prezados,

Me deparo com a seguinte situação: empresa sujeita à tributação na forma do Anexo III encerrou a competência 03/2020 com a RBT12 = 4.200.000,00. Sua Receita Bruta Anual, porém, dentro do ano-calendário 2020, alcança R$ 1.900.00,00.

Minha dúvida é: ao passo que a empresa venha a ter sua RBT12 além dos R$ 4.800.000,00 (e isso fatalmente ocorrerá, de acordo com as projeções de faturamento), seria esta condição passível de exclusão do regime? Caso positivo, esta exclusão teria efeitos a partir de que período?

Caso tal situação não incorra em hipótese de exclusão, como ficaria, então, o cálculo do DAS? 


Grato,

Marcelo Moreira
Analista Tributário
M11 Assessoria

Karina Colombo de Andrade

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 1 semana Quarta-Feira | 7 abril 2021 | 10:43

Marcelo bom dia!!

Você recebeu retorno sobre seu questionamento, pois próximo mês irei me deparar com a mesma situação onde, a RBT12 será mais ou menos este valor R$4200.000,00. Portanto, minha dúvida é a mesma. Estou sem saber se seremos desenquadrados por isso, ou se muda algo em relação ao cálculo por meu ERP não calcula nem o adicional do ICMS por termos ultrapassado os 3.600.000,00 nos últimos 12 meses, imagine agora que ultrapassar a 4.000.000,00 estou meio perdida, consegue me auxiliar?
Obrigada,

Marcelo Moreira

Prata DIVISÃO 2, Analista Tributos
há 1 semana Quarta-Feira | 7 abril 2021 | 11:46

Bom dia Karina

A RBT12 ultrapassar esta faixa não configura condição para exclusão do regime, visto que esta limitação está condicionada a Receita Bruta Anual.

No caso da receita bruta acumulada ultrapassar o sublimite de R$ 3.6000,00 em até 20% (receita acumulada até R$ 4.320.000,00), a empresa continuará recolhendo no Simples Nacional os tributos federais, mas estará impedida de recolher o ICMS/ISS no Simples Nacional a partir do ano seguinte, devendo apurar o imposto “por fora” do Simples Nacional durante o ano todo.

Caso a RBA esteja entre 4320mi e 4800mi, os efeitos aplicam-se já no mês seguinte, devendo o ICMS ser pago separadamente e obedecendo as demais condições previstas no respectivo RICMS do Estado.

Att,


Marcelo Moreira
Analista Tributário
M11 Assessoria

Karina Colombo de Andrade

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 1 semana Quarta-Feira | 7 abril 2021 | 12:04

Perfeito ficou claro sobre a condição para desenquadramento.
Agora, persisto em entender como deverá ser o cálculo uma vez que  a RBT12  ultrapasse R$ 4.800.000,00 os percentuais / faixas mudam para efeito do cálculo? Estou sem entendimento para este quesito tbm.

Marcelo Moreira

Prata DIVISÃO 2, Analista Tributos
há 1 semana Quarta-Feira | 7 abril 2021 | 13:11

O PGDAS irá calcular com base na 6a faixa, Karina.
Só que além do DAS, você deve passar a recolher adicionalmente também uma guia de ICMS, apurada junto à Sefa do seu estado.

Marcelo Moreira
Analista Tributário
M11 Assessoria

Márlus Mauri de Meira Mathias

Ouro DIVISÃO 3, Técnico Contabilidade
há 1 semana Quarta-Feira | 7 abril 2021 | 13:27

=================
Marcelo,     NAO ira recolher guia a parte,  somente há se a empresa NO ANO faturar acima R$ 3.600.000,00

se NO ANO o faturamento for entre R$ 3.600.000,00 e R$ 4.200.000,00 passa a recolher em separado somente no ano seguinte

se no ANO  for acima dos R$ 4.320,000,00 passar a recolher já no mês seguinte

não confundir com o faturamento dos últimos 12 meses
====================

Márlus

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.