2019-03-27T18:15:02-03:00
x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 69

acessos 4.214

ERRO NA ENTREGA DA DCTF RETIFICADORA

há 18 semanas Quarta-Feira | 7 agosto 2019 | 08:37

Bom dia: Por causa de um erro na DCTF de 12/2018, estava com um débito de encargos por um pagto em atraso. Justamente por isso que precisava retificar a DCTF e não estava conseguindo. Enfim, hoje consultei meu processo e fui pesquisar em situação fiscal, o débito sumiu. Então, o processo foi analisado bem mais rápido do que esperava. Ainda assim espero que corrijam o programa.

há 18 semanas Quinta-Feira | 8 agosto 2019 | 13:40

Boa tarde,
Tbém tivemos o mesmo problema aqui na empresa, transmitimos mar e jun/2018 na versão 3.4, ok, e ao transmitir set/dez/2018 e mar/2019 na versão 3.5 tivemos esse mesmo erro. Fui até agência da Receita Federal aqui da Cidade, não souberam auxiliar e desconhecem qualquer notícia sobre o assunto. Orientaram juntar a documentação que comprova o erro, fazer uma petição explicando o caso e levar até a agência que irão encaminhar para SACAT as dúvidas. Estou fazendo isso na data de hoje.

há 18 semanas Sexta-Feira | 9 agosto 2019 | 09:28

Bom dia.
Erro permanece.
Pedi esclarecimentos no e-processo mas o pedido foi rejeitado porque não guardava relação com o problema apresentado, que no caso seria CND.
Dentre as opções disponíveis nenhuma tem relação direta com o problema. Usei a opção CND apenas como "gatilho" mas não deu certo.

há 17 semanas Sexta-Feira | 9 agosto 2019 | 14:53

O problema ainda permanece ativo.
Quando o contribuinte comete erros, a Receita Federal costuma ser implacável na cobrança de multas, não importando se houve intenção ou não.
Seria interessante ver uma contrapartida quando o erro é do agente fiscalizador. 

há 17 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 10:32

Bom dia!

Acabaram de me informar que a receita já disponibilizou um novo validador para corrigir esse erro. Mas não encontrei. Se alguém encontrar favor mandar o link aqui.

há 17 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 12:18

Oi, o "ultima modificação" da página da DCTF ainda tá do dia 24.04.2019.
Acredito que não tem versão nova, ainda.

Mas você recebeu essa informação via o que?

Aguardo.

há 16 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 14:09

EStou tentando retificar de mais de uma empresa. Vai tudo bem até chegar em Junho/18. Desse mês não consigo porque o sistema está "preso" ao de setembro do mesmo ano. Estou tentando fazer essa transmissão há 15 dias. Não funciona aqui. Já mudei de computador, de navegador, mas nada funciona.
Está tenso mesmo.

há 16 semanas Sexta-Feira | 16 agosto 2019 | 16:37

Recebi mensagem da ouvidoria a questionamento que fiz cfe. segue:
Consultada, a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) assim se pronunciou:
"A versão do Validador DCTF com a correção do erro reportado foi implantada dia 15/08/2019, às 15h37min."

há 16 semanas Terça-Feira | 20 agosto 2019 | 10:35

Ainda estou com problemas também.

Quando lanço os valores de IRPJ e CSLL que vai ser dividido em quotas na DCTF de MARÇO/2018, dá ERRO e diz que tenho que retificar JUNHO/2018 primeiro. (SET.2018/DEZ.2018 e MAR.2019) mesmo problema.

Pensei em fazer o seguinte:

1. Retifico a DCTF de JUNHO.2018 (Pasta trimestre anteiror, sem mudar IRPJ e CSLL que vai ser informador em SET.2018)

2. Depois retifico MAR.2018 para ficar certinho.

3. Depois retifico SET.2018 e após JULHO.2018.

acho que assim vai da certo, porém "gasto" mais de uma retificação para JULHO, SET, DEZ e MAR2019.... e DCTF só pode ser retificada 5 vezes.

O que vocês acham?

há 16 semanas Terça-Feira | 20 agosto 2019 | 11:58

Ana Marcia Nacimento eu consegui fazendo de trás para frente no meu caso era Jun/18 e Set/18, fiz a correção dos valores nas duas e entreguei primeiro a de Setembro e no outro dia a de Junho, tem que esperar a receita processar uma para depois fazer a outra.

Página 2 de 3
1 2 3
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.