x
2020-10-28T09:09:06-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 2

acessos 72

Hierarquia dos Créditos - PIS/COFINS

há 12 semanas Quarta-Feira | 28 outubro 2020 | 09:09

Bom dia Pessoal,

Gostaria de vossa ajuda com o seguinte ponto abaixo:

Existe uma empresa Lucro Real, que possui mais créditos de PIS/COFINS doque débitos, segue exemplo abaixo:

Valor a pagar de PIS COFINS: 10.000,00
Créditos de Insumos do mês: 12.000,00
Créditos de valores retidos na fonte no mês: 2.000,00

saldo de crédito a ser utilizado no futuro: 4.000,00

no exemplo acima, para abater o débito de 10.000,00 foi usado os 2.000,00 dos retidos na fonte e 8.000,00 dos créditos de insumos.

selecionar essa ordem de uso de crédito está correto ?

quando eu informo isso no EFD Contribuições e gero a apuração, o programa usa primeiro os créditos de insumos do mês, fazendo eu ter 2 tipos de saldos créditos, sendo 2.000,00 de saldo de Insumos (C -12.000,00 - D 10.000,00) e 2.000,00 de saldo de retidos na fonte. Porém o interesse é usar primeiro os retidos na fonte e depois os insumos do mês.

Existe ordem hierárquica para usar os créditos ou eu posso moldar o EFD Contribuições conforme minha apuração ?

(F600, 1300 e 1700 preenchidos)





há 7 semanas Terça-Feira | 1 dezembro 2020 | 11:23

Bom Dia

Não existe hierarquia, são os valores que podem ser utilizados no mês, a apresentação na EFD é consolidada.

Abç

Telma, empresária, escritório contábil.

Professora , Contadora, MBA em Controladoria, Lato Sensu em Direito Tributário, MBA em Gestão de Pessoas, Coaching e Liderança.
Cursos via vídeo com exercício e apostilas, msgs no privado.
há 7 semanas Terça-Feira | 1 dezembro 2020 | 11:50

Se no sistema há apropriação dos insumos e depois do retido na fonte, a Receita quer dizer que o saldo retido na fonte pode ser utilizado para compensações com outros tributos. Já o crédito de insumos se transfere para os meses seguintes, salvo se incentivados.



RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.