x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Paraná

Estado alonga prazo de adesão ao PPI

Decreto 4612/2016

Esta modificação no Decreto 3.990, de 29-4-2016, que havia reaberto o prazo de adesão ao PPI – Programa de Parcelamento Incentivado, estabelece que a mesma poderá ser efetuada até 19-8-2016, nas condições que especifica.

19/07/2016 09:51:02

674 acessos

DECRETO 4.612, DE 18-7-2016
(DO-PR DE 19-7-2016)

DÉBITO FISCAL - Parcelamento

Estado alonga prazo de adesão ao PPI
Esta modificação no Decreto 3.990, de 29-4-2016, que havia reaberto o prazo de adesão ao PPI – Programa de Parcelamento Incentivado, estabelece que a mesma poderá ser efetuada até 19-8-2016, nas condições que especifica.


O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V do art. 87 da Constituição Estadual, considerando a Lei n. 18.468, de 29 de abril de 2015, e o Convênio ICMS 6, de 3 de fevereiro de 2015, bem como o contido no protocolo nº 14.175.532-3,
DECRETA:
Art. 1.º O art. 1º do Decreto n. 3.990, de 29 de abril de 2016, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 1.º Fica reaberto o prazo para a adesão ao PPI - Programa de Parcelamento Incentivado, de que trata a Lei n. 18.468, de 29 de abril de 2015, regulamentada pelo Decreto n. 1.932, de 17 de julho de 2015, no período de 10 de maio de 2016 a 19 de agosto de 2016.
§ 1.º A adesão ao PPI, no caso de parcelamento, nos termos do art. 3º do Decreto n. 1.932/2015, deve ser efetivada até as 18 horas do dia 19 de agosto de 2016, com a indicação de todos os débitos que pretende parcelar, devendo a primeira parcela ser paga até o último dia útil do mês de adesão, e as demais parcelas até o dia 25 dos meses subsequentes.
§ 2.º O recolhimento em parcela única deverá ocorrer até o dia 19 de agosto de 2016.
§ 3.º Para as dívidas ativas ajuizadas, o pagamento de honorários junto à Procuradoria Geral do Estado, observado o disposto no § 5º do art. 1º do Decreto n. 1.932/2015, bem como das custas processuais junto às Varas da Fazenda Pública de execução fiscal, deverá ser feito até o dia 31 de agosto de 2016.
§ 4.° Caso opte pelo pagamento de parte do débito, o contribuinte deverá informar ao fisco em requerimento endereçado ao Diretor da CRE - Coordenação da Receita do Estado, até o dia de 12 de agosto de 2016, o valor que pretende pagar em parcela única ou parcelar, a data-base e o respectivo valor original.”.
Art. 2.º Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação, produzindo efeitos a partir de 16 de julho de 2016.
CARLOS ALBERTO RICHA
Governador do Estado
VALDIR LUIZ ROSSONI
Chefe da Casa Civil
MAURO RICARDO MACHADO COSTA
Secretário de Estado da Fazenda

MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.