x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Trabalho e Previdência

Alterado Decreto que regulamenta a concessão do Seguro-Desemprego ao pescador artesanal

Decreto 10080/2019

25/10/2019 09:56:18

43 acessos

DECRETO 10.080, DE 24-10-2019
(DO-U DE 25-10-2019)

SEGURO-DESEMPREGO – Concessão

Alterado Decreto que regulamenta a concessão do Seguro-Desemprego ao pescador artesanal
O Ato em referência altera o 
Decreto 8.424, de 31-3-2015, que regulamenta a concessão do benefício de seguro-desemprego, no valor de um salário-mínimo mensal, ao pescador artesanal, desde que exerça sua atividade profissional ininterruptamente, de forma artesanal e individualmente ou em regime de economia familiar, durante o período de defeso de atividade pesqueira para a preservação da espécie. A alteração consiste em prolongar o período de defeso, no máximo em até 2 meses, para as áreas e os grupos específicos atingidos por grave contaminação de agentes químicos, físicos e biológicos. A gravidade contaminação será reconhecida em ato do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL, no exercício do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,caput, incisos IV e VI, alínea "a", da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.779, de 25 de novembro de 2003,
DECRETA:

Art. 1ºDecreto nº 8.424, de 31 de março de 2015, passa a vigorar com as seguintes alterações:
 
"Art. 1º ............................
.......................................
 
§ 14. Excepcionalmente, nas hipóteses de grave contaminação por agentes químicos, físicos e biológicos, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento poderá prolongar o período de defeso para as áreas e os grupos específicos atingidos, nos termos previstos na legislação.
 
§ 15. A gravidade a que se refere o § 14 será reconhecida em ato do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
 
§ 16. O pagamento de seguro desemprego do pescador profissional artesanal, quando devido, na hipótese de ocorrência do prolongamento a que se refere o § 14, poderá ser ampliado na forma prevista no § 5º do art. 4º da Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990, observado o disposto no § 8º do art. 1º da Lei nº 10.779, de 25 de novembro de 2003.
 
§ 17. Na hipótese de ser efetuado o pagamento de que trata o § 16, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador - Codefat deverá respeitar os limites de reserva mínima de liquidez de que trata o § 5º do art. 4º da Lei nº 7.998, de 1990." (NR)
 
Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

DAVI ALCOLUMBRE

Marcos Montes Cordeiro

MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.