x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Espírito Santo

Sefaz prorroga o prazo para comunicação de regularização de pendências para ingresso e permanência no Simples Nacional

Portaria -R SEFAZ 9/2020

07/02/2020 12:18:40

34 acessos

PORTARIA 9-R SEFAZ, DE 6-2-2020
(DO-ES DE 7-2-2020)

SIMPLES NACIONAL - Normas

Sefaz prorroga o prazo para comunicação de regularização de pendências para ingresso e permanência no Simples Nacional
As empresas localizadas nos municípios abrangidos por estado de emergência ou de calamidade pública declarado por ato da autoridade competente, motivado pelas chuvas ocorridas no Estado, que optaram pelo Simples Nacional no período de 1 a 31-1-2020, poderão comunicar, até 28-2-2020, a regularização de eventuais pendências impeditivas para ingresso e permanência no referido regime por meio do Fale Conosco, na opção "Pendências Simples Nacional 2020", no endereço www.sefaz.es.gov.br.

O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 98, II, da Constituição Estadual, considerando a expiração do prazo previsto no art. 6º, § 2º, I, da Resolução CGSN nº 140, de 22 de maio de 2018;
RESOLVE:
Art. 1º Até 28 de fevereiro de 2020, as empresas localizadas nos municípios abrangidos por estado de emergência ou de calamidade pública declarado por ato da autoridade competente, motivado pelas chuvas ocorridas neste Estado, que optaram pelo Simples Nacional no período de 1º a 31 de janeiro de 2020, poderão comunicar a regularização de eventuais pendências impeditivas para ingresso e permanência no referido regime, através do Fale Conosco, na opção ?Pendências Simples Nacional 2020?, no endereço www.sefaz.es.gov.br.
Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1º de fevereiro de 2020.

ROGELIO PEGORETTI CAETANO AMORIM
Secretário de Estado da Fazenda



MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.