x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Distrito Federal

Alterado Termo de Desenquadramento do regime simplificado de tributação

Portaria 202/2015

16/11/2015 13:45:44

482 acessos

PORTARIA 202 SEF, DE 13-11-2015
(DO-DF DE 16-11-2015)

REGIME SIMPLIFICADO - Desenquadramento

Alterado Termo de Desenquadramento do regime simplificado de tributação
Esta alteração da Portaria 316 SEF, de 11-10-2006, dispõe sobre o desenquadramento do regime simplificado por conta de irregularidades cometidas pelos contribuintes. 

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei 3.168, de 11 de julho de 2003, e no art. 173 da Lei Orgânica do Distrito Federal, RESOLVE:
Art.1º O Anexo Único da Portaria nº 316, de 11 de outubro de 2006, passa a vigorar com as alterações constantes do Anexo Único a esta Portaria.
Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

PEDRO MENEGUETTI
 
ANEXO ÚNICO à PORTARIA Nº 202, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2015.
“...........................
03 - DESCRIÇÃO DO FATO
1 .........................
a).........................
............................
“b) a partir do primeiro dia do mês subsequente ao da ciência do contribuinte do presente Termo de Desenquadramento (§ 1º do artigo 3º da Lei 3.168/2003):
b.1) por ter o contribuinte incorrido na(s) conduta(s), prevista(s) no art. 3º da Lei nº 3168/2003:
b.1.1 (  ) embaraçar a fiscalização, por si ou seu preposto, pela negativa não justificada de exibir elementos ao Fisco ou pelo desacato ou oposição de resistência à ação fiscalizadora, caracterizados por relatório circunstanciado da equipe encarregada da fiscalização (inciso I);
b.1.2 (  ) deixar de utilizar ou utilizar indevidamente, sem justificativa, o equipamento emissor de cupom fiscal (inciso II);
b.1.3 (  ) comercializar mercadorias objeto de contrabando ou descaminho (inciso III);
b.1.4 (  ) ter sócios, administradores, gerente ou prepostos condenados por crime contra a ordem tributária (inciso IV);
b.1.5 (  ) adquirir ou manter em estoque mercadoria desacobertada de documento fiscal relativo à sua aquisição ou acobertada com documento falso (inciso V);
b.1.6 (  ) constituir pessoa jurídica por interposta pessoa que não é a verdadeira sócia ou a titular (inciso VI);
b.1.7 (  ) prestar informações falsas ou em desacordo com o movimento comercial (inciso VII).
b.1.8 (  ) omitir receita (inciso VII). (NR)
b.2   (  ) por estar o contribuinte inscrito em dívida ativa do Distrito Federal, após ter sido regularmente notificado (art. 173 da Lei Orgânica do Distrito Federal). (AC) 
............................”
MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.