x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Sergipe

Estado altera parcelamento e redução de juros e multas do ICMS

Decreto 30120/2015

Foi introduzida modificação no Decreto 29.910, de 12-11-2014, que regulamenta normas fiscais e procedimentais a serem observadas pela PGE e SEFAZ, no que toca à redução de juros e multas de débitos relacionados ao ICM e ao ICMS.

26/11/2015 11:32:44

594 acessos

DECRETO 30.120, DE 24-11-2015
(DO-SE DE 26-11-2015)

DÉBITO FISCAL - Parcelamento

Estado altera parcelamento e redução de juros e multas do ICMS
Foi introduzida modificação no Decreto 29.910, de 12-11-2014, que regulamenta normas fiscais e procedimentais a serem observadas pela PGE e SEFAZ, no que toca à redução de juros e multas de débitos relacionados ao ICM e ao ICMS.


O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, no uso das atribuições que lhe são conferidas nos termos do art. 84, incisos V, VII e XXI, da Constituição Estadual; de acordo com o disposto na Lei nº 7.950, de 29 de dezembro de 2014; de conformidade com as Leis nºs 7.908, de 30 de outubro de 2014 e 8.061, de 23 de novembro de 2015, e considerando o teor do Convênio ICMS nº 63, de 09 de julho de 2014,
D E C R E T A:
Art. 1º Ficam alterados os arts. 2º, 3º e 5º, do Decreto nº 29.910, de 13 de outubro de 2014, que passam a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 2º Poderão ser pagos à vista ou parcelado, em até 120 (cento e vinte) meses, nas condições deste Decreto, os débitos tributários concernentes ao ICM e ao ICMS, cujos fatos geradores tenham ocorrido até 31 de julho de 2015, constituídos ou não, inclusive os espontaneamente denunciados pelo contribuinte, inscritos ou não em Dívida Ativa, mesmo em fase de execução fiscal já ajuizada.
.........................” (NR)
“Art. 3º ..............
I - se pagos à vista ou parcelados até 10 de dezembro de 2015, com os seguintes descontos:
.........................
II - se pagos à vista ou parcelados até 21 de dezembro de 2015, com os seguintes descontos:
.........................”. (NR)
“Art. 5º A opção pelo pagamento à vista ou pelos parcelamentos de débitos de que trata este Decreto deve ser efetivada mediante requerimento, que deverá ser formalizado até 21 de dezembro de 2015.
.........................” (NR)
Art. 2º Este Decreto entra em vigor a partir da data da publicação.
Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário.

JACKSON BARRETO DE LIMA

GOVERNADOR DO ESTADO

Jeferson Dantas Passos

Secretário de Estado da Fazenda

Benedito de Figueiredo

Secretário de Estado de Governo

MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.