x

CONTEÚDO Legislações

adicionar aos favoritos

Rio Grande do Sul

Governo faz modificações na Instrução Normativa 45 DRP/98

Instrução Normativa RE 34/2014

28/05/2014 10:58:51

833 acessos

INSTRUÇÃO NORMATIVA 34 RE, DE 23-5-2014
(DO-RS DE 28-5-2014)

LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA - Alteração

Governo faz modificações na Instrução Normativa 45 DRP/98
Entre as diversas alterações do referido Ato, destacamos que para fins de reconhecimento do direito à isenção para equipamentos e instrumentos médicos hospitalares, o contribuinte deverá apresentar requerimento na unidade da Receita Estadual à qual se vincula, o Auditor-Fiscal da Receita Estadual deverá, se verificar que o contribuinte atende as condições legais, formalizar o reconhecimento do direito à isenção para a importação objeto do referido requerimento, mediante ofício em 3 vias, em que a 1ª e a 2ª vias serão destinadas para o requerente; e a 3ª via para o arquivo da unidade da Receita Estadual. Com efeitos a partir de 28-5-2014.

O SUBSECRETÁRIO DA RECEITA ESTADUAL, no uso de atribuição que lhe confere o artigo 6º, VI, da Lei Complementar nº 13.452, de 26/04/10, introduz as seguintes alterações no Título I da Instrução Normativa DRP nº 45/98, de 26/10/98 (DOE 30/10/98):
1. No Capítulo I, os itens 10.1 e 10.5 passam a vigorar com a seguinte redação:
"10.1 - Para fi ns de reconhecimento do direito à isenção prevista no RICMS, Livro I, art. 9º, LII, o contribuinte deverá apresentar requerimento na unidade da Receita Estadual à qual se vincula."
"10.5 - De posse do requerimento e dos demais documentos mencionados no item 10.2, o Auditor- -Fiscal da Receita Estadual deverá, se verifi car que o contribuinte atende as condições previstas no RICMS e nesta Seção, formalizar o reconhecimento do direito à isenção para a importação objeto do referido requerimento, mediante ofício em 3 (três) vias, que terão a seguinte destinação:
a) a 1ª e a 2ª vias para o requerente;
b) a 3ª via para o arquivo da unidade da Receita Estadual."
2. No Capítulo II, o subitem 5.2.1 passa a vigorar com a seguinte redação:
"5.2.1 - Para a concessão de prorrogação dos prazos para exportação de mercadoria, prevista no RICMS, Livro I, art. 11, parágrafo único, nota 03, o contribuinte deverá apresentar requerimento na unidade da Receita Estadual à qual se vincula, acompanhado de:
a) comprovação do poder de representação legal do seu signatário;
b) cópia da NF correspondente à saída da mercadoria;
c) declaração do requerente de que a mercadoria ainda não foi exportada mas o será no prazo de 90 (noventa) dias ou, conforme o caso, de 180 (cento e oitenta) dias.
5.2.1.1 - A concessão do benefício fi ca condicionada, ainda, a que:
a) o pedido seja efetuado antes de expirado o prazo inicial e esteja acompanhado da documentação exigida;
b) o contribuinte esteja em dia com o pagamento do imposto;
c) o contribuinte não tenha sido autuado por infração material qualifi cada relativa ao ICMS, nos 12 (doze) meses que antecederam o pedido.
5.2.1.2 - De posse do requerimento e dos demais documentos mencionados no subitem 5.2.1, o
Auditor-Fiscal da Receita Estadual deverá, se verifi car que o contribuinte atende às condições previstas no RICMS e neste item, conceder a prorrogação requerida, mediante ofício em 2 (duas) vias, que terão a seguinte destinação:
a) a 1ª via para o requerente;
b) a 2ª via para o arquivo da DRE à qual se vincula a unidade da Receita Estadual."
3. No Capítulo V, o título da Seção 8.0 e o "caput" do item 8.1 passam a vigorar com a seguinte
redação:
" 8.0 - TRANSFERÊNCIA DE BENS DO ATIVO PERMANENTE (RICMS, Livro I, art. 31, § 4º, nota 03, "b")
8.1 - Conforme previsto no RICMS , Livro I, art. 31, § 4º, nota 03, "b", a obrigatoriedade de controle, no estabelecimento destinatário, dos créditos relativos a bens do ativo permanente transferidos a outro estabelecimento da mesma empresa poderá ser dispensada, ficando este controle a cargo do estabelecimento adquirente, desde que:"
4. No Capítulo VII, o "caput" do item 1.1 e o item 1.3 passam a vigorar com a seguinte redação:
"1.1 - Para a concessão de prorrogação dos prazos para devolução de mercadoria, previstos no RICMS, Livro I, art. 55, I ou III, "a", o contribuinte deverá entregar requerimento na unidade da Receita Estadual à qual se vincula, acompanhado de:"
"1.3 - De posse do requerimento e dos demais documentos mencionados no item 1.1, o Auditor-
-Fiscal da Receita Estadual, deverá, se verifi car que o contribuinte atende às condições previstas no RICMS e nesta Seção, conceder a prorrogação requerida, mediante ofício em 2 (duas) vias, que terão a seguinte destinação:
a) a 1ª via para o requerente;
b) a 2ª via para o arquivo da DRE à qual se vincula a unidade da Receita Estadual."
5. Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
 
RICARDO NEVES PEREIRA
Subsecretário da Receita Estadual.
MATÉRIAS RELACIONADAS
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.