x

Microempresários terão prazo para se ajustar ao MEI

Contagem regressiva para que microempreendedores com arrecadação anual de até R$ 36 mil saiam da informalidade e passem a ter direitos

29/06/2009 00:00:00

1,6 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Contagem regressiva para que microempreendedores com arrecadação anual de até R$ 36 mil saiam da informalidade e passem a ter direitos previdenciários como aposentadoria por tempo de serviço ou invalidez, seguro por acidente de trabalho ou reclusão, licença-maternidade para as mulheres e até pensão por morte. A partir do dia 1º de julho esses trabalhadores poderão aderir a Lei do Microempreendedor Individual (MEI) .

Em Fortaleza, cerca de 350 mil pequenos empresários estão no perfil de adesão ao MEI. São pipoqueiros, costureiras, vendedores ambulantes etc. A Prefeitura vai acompanhar o cadastros dos que aderiem ao MEI e estes, com CNPJ em mãos, terão 180 dias para se regularizarem juntos às exigências legais do município.

De acordo com o secretário de finanças, Alexandre Cialdini, a Prefeitura está elaborando cartilhas e manuais para que os microempresários conheçam as demandas municipais e destaca a importância do MEI também para o município. "É importante que a Prefeitura conheça o cadastro desses empreendedores. E todos os municípios têm pela frente um grande desafio", avalia.

Segundo Cialdini, diferentes órgãos municipais estão mobilizados e o tema vai ser tratado como política pública, transformando o desafio em oportunidades. "Teremos um grande comércio aberto e formal".

E Mais
O processo de formalização é gratuito e será feito pela Internet, pelo o Portal do Empreendedor. Basta informar os dados pessoais, imprimir o documento e levá-lo assinado à Junta Comercial com cópia da identidade e do CPF.

O site é www.portaldoempreendedor.gov.br. A contribuição será de R$ 51,15 (11% sobre o salário mínimo) mais R$ 1 para o ICMS (indústria, comércio), R$ 5 para o ISS (prestador de serviço).

Fonte: O Povo

Enviado por: Wilson Fernando A. Fortunato

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.