x

Salário mínimo para 2010 está previsto em R$ 505,90, diz Bernardo

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou hoje (31) que o salário mínimo para 2010 está previso em R$ 505,90, de acordo com

31/08/2009 00:00:00

1,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou hoje (31) que o salário mínimo para 2010 está previso em R$ 505,90, de acordo com a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que ele entregou, no início da noite, ao presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP).

À saída do gabinete de Sarney, o ministro enfatizou porém que "o valor do salário mínimo pode sofrer ligeira alteração, porque a correção é feita com base no crescimento da economia do ano anterior [2008]". Como o IBGE ainda fará uma revisão no PIB do ano passado, em novembro próximo, o valor estabelecido pode mudar.

Quanto ao Orçamento, Bernardo disse que a proposta entregue ao Legislativo "tem uma visão otimista sobre o desempenho da economia em 2010". Tanto que prevê uma receita primária de R$ 853 bilhões e despesas de R$ 802 bilhões. Os investimentos federais, segundo ele, estão estimados em R$ 46 bilhões e os investimentos das empresas estatais serão de R$ 97 bilhões.

Paulo Bernardo afirmou que a LDO estima crescimento de 4,5% para o PIB de 2010 e disse que tem muita gente apostando em crescimento de 5%, mas "por prudência ficamos no 4,5%".

O ministro adiantou que amanhã (01/09) haverá uma entrevista à imprensa, no Ministério do Planejamento, para detalhar a proposta orçamentária. Antes, porém, admitiu que a previsão de superávit primário foi mantida em 2,30% e acredita numa inflação de 4,33% no próximo ano.

Fonte: Agência Brasil

Enviado por: Wilson Fernando de A. Fortunato

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.