x

Fecomercio envia ofício de repúdio à CSS para lideranças partidárias

A Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) enviou um ofício às lideranças partidárias

01/09/2009 00:00:00

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) enviou um ofício às lideranças partidárias e aos deputados de São Paulo repudiando a criação da CSS (Contribuição Social para a Saúde).

A Federação entende que o argumento utilizado em defesa do imposto, de aumento dos gastos por conta da Gripe A, é um fato pontual e não permanente, como se pretende materializar a nova contribuição.

Além disso, na avaliação da entidade, o tributo é injusto por seu caráter regressivo, que penaliza sobretudo as classes de menor renda. "O fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), em 2007, representou a vitória da sociedade contra um dos tributos mais injustos do país", disse o presidente da Federação, Abram Szajman.

CSS
Nos moldes da antiga CPMF, a CSS prevê alíquota de 0,1% sobre as operações financeiras, sendo que a arrecadação será permanente e inteiramente destinada para a Saúde.

Caso aprovado, de acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), o novo tributo deve provocar aumento de 0,5% nos preços ao consumidor.

Fonte: Infomoney

Enviado por: Wilson Fernando de A. Fortunato

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.