x

Governo recebe propostas para leilão de Confins e Galeão nesta segunda

Disputa será realizada nesta sexta-feira (22). Anac deverá divulgar nomes dos consórcios um dia antes.

18/11/2013 16:02:13

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Governo recebe propostas para leilão de Confins e Galeão nesta segunda

O governo federal recebe nesta segunda-feira (18) as propostas dos consórcios interessados em participar do leilão de concessão dos aeroportos de Galeão (RJ) e Confins (MG), que será realizado na sexta-feira (22).

A entrega das propostas ocorre na sede da Bovespa, em São Paulo, das 9h até as 16h. Na quinta-feira a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deve divulgar os nomes dos consórcios que não forem classificados para participar da disputa.

De acordo com o edital do leilão, o aeroporto de Galeão exigirá um lance mínimo de R$ 4,828 bilhões, e Confins de R$ 1,096 bilhão.

Estima-se investimentos de R$ 5,7 bilhões no aeroporto fluminense e R$ 3,5 bilhões no mineiro. Segundo a Anac, Galeão e Confins representam juntos a movimentação de 14% dos passageiros e 10% da carga no país.

O leilão dos dois aeroportos representa o segundo movimento desse tipo no setor aéreo, após a licitação dos terminais de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília (DF), em fevereiro de 2012, quando o governo arrecadou 24,5 bilhões de reais com as concessões.

De acordo com a nota da Anac, o leilão começará às 10h, também na sede da Bovespa, com a abertura das propostas e, depois, terá início a disputa em viva-voz.  Pelas regras atuais, que são semelhantes ao processo de concessão de Guarulhos, Viracopos e Brasília, que ocorreu em fevereiro de 2012, a disputa pelos dois aeroportos é simultânea e um mesmo consórcio não poderá arrematar mais que um aeroporto.

 

Fonte: Reuters

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.