x

CFC celebra parceria para intensificar a padronização das Normas Contábeis

O 3º Memorando de Entendimentos sobre a Contabilidade Mundial foi assinado, em 28 de janeiro, entre o Conselho Federal de Contabilidade - CFC, o Comitê

02/02/2010 00:00:00

2,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O 3º Memorando de Entendimentos sobre a Contabilidade Mundial foi assinado, em 28 de janeiro, entre o Conselho Federal de Contabilidade - CFC, o Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC e a Junta de Normas Internacionais de Contabilidade - IASB (no InglêsInternacional Accounting Standards Board) - na sede da Bovespa, em São Paulo.

A assinatura do documento tem especial significado para a Contabilidade nacional e demonstra a relevância do Brasil como liderança nas questões regulatórias globais, visto que o País torna-se o terceiro, dentre as demais nações, a manter convênio desta natureza com o IASB. O primeiro memorando foi firmado com os Estados Unidos e o segundo com a China.

Com a condução do ex-ministro da Fazenda, Pedro Malan, que hoje é curador da Fundação Comitê Internacional de Normas Contábeis (organização vinculada ao IASB), foram apresentados os princípios do acordo de cooperação firmado entre as três entidades: o Conselho Federal de Contabilidade - CFC, representado pelo presidente Juarez Domingues Carneiro; o Internacional Accounting Standards Board - IASB, representado pelo presidente David Tweedie; e o Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC, representando pelo coordenador de Relações Internacionais, Nelson Carvalho, com a participação de presidentes e representantes das entidades brasileiras que o compõem (ver relação abaixo).
O objetivo da iniciativa é aprimorar e agilizar a convergência às Normas Internacionais de Contabilidade, conhecidas como International Financial Reporting Standards - IFRS no Brasil, além de garantir maior participação das entidades brasileiras nas discussões internacionais sobre o tema.

Este convênio tem especial significado, porque este ano se encerram os prazos estabelecidos pelos reguladores brasileiros para que as empresas e as instituições financeiras brasileiras sigam o padrão internacional de demonstrações contábeis. Até o momento, já foram elaboradas pelo CPC mais de 50 normas que devem passar a vigorar até o fim de 2010.

O presidente do CFC, Juarez Domingues Carneiro, que representa 417 mil profissionais contábeis e 73 mil empresas de Contabilidade em todo o território nacional, reconheceu o grande desafio que é readequar as normas contábeis brasileiras aos padrões internacionais, e reafirmou o "compromisso do Conselho Federal de Contabilidade de buscar a melhoria da qualidade dos relatórios financeiros e contábeis e demais informações fornecidas pelas empresas".

Entidades que compõem o Comitê de Pronunciamentos Contábeis:


· Associação Brasileira das Companhias Abertas - ABRASCA

· Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais ? APIMEC NACIONAL

· Bolsa de Valores Mercadorias e Futuros - BM&FBOVESPA

· Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI

· Instituto dos Auditores Independentes do Brasil - IBRACON

· Conselho Federal de Contabilidade - CFC

Fonte: CRC/MG Notícias

Enviado por: Wilson Fernando de A. Fortunato

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.