x

Previdência quer atrair 1 milhão para formalidade

Até o fim do ano, 1 milhão de trabalhadores da economia informal deverão se cadastrar na Previdência Social como Empreendedores

12/08/2010 17:20:00

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Até o fim do ano, 1 milhão de trabalhadores da economia informal deverão se cadastrar na Previdência Social como Empreendedores Individuais, estimou o ministro, Carlos Eduardo Gabas. Segundo ele, há um trabalho em conjunto com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e outros órgãos, para alcançar a meta.

Esse mesmo trabalho, de acordo com Gabas, permitiu, neste ano, a formalização de 450 mil trabalhadores. Ontem, houve mais uma reunião mensal, a exemplo do que vem ocorrendo desde o início da parceria, para discutir novas formas de atração desse público. Estão no grupo de trabalhadores informais que podem se cadastrar como Empreendedores Individuais e contribuir para a Previdência, jardineiros, cabeleireiros, manicures, piscineiros, encanadores, gesseiros, motoboys, transportadores de carga, dentre outros.

O ministro destacou que "muita gente não se cadastrou porque não sabe que pode, pagando apenas R$ 61,50 mensais ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) , receber amparo, em caso de doença, inclusive quanto ao recebimento de auxílio-doença, e candidatar-se, no futuro, à aposentadoria".

O ministério quer promover uma melhoria quanto à questão tecnológica para que seu portal na internet possa fazer a adesão dos trabalhadores online. Pelos cálculos, isso permitirá à Previdência atrair 10 milhões de trabalhadores que estão na informalidade.

O presidente do Sebrae, Paulo Okamoto, afirmou que "a imprensa pode desempenhar papel importante mostrando a esse público os benefícios que pode ter, em forma de crédito e assistência técnica, ao registrar-se como trabalhadores no INSS". O presidente do INSS, Waldir Simão, assumiu a meta, na reunião, de promover ações para a educação previdenciária a fim de conscientizar o empreendedor individual sobre as vantagens da adesão.

Fonte: Diário do Comércio

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.