x

Pontualidade de pagamentos de micro e pequenas empresas atinge 95,5% em setembro

A pontualidade de pagamentos das micros e pequenas empresas recuou em setembro, atingindo o patamar de 95,5%, após ter atingido recorde histórico

26/10/2010 00:00:00

1,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A pontualidade de pagamentos das micros e pequenas empresas recuou em setembro, atingindo o patamar de 95,5%, após ter atingido recorde histórico no mês anterior. Assim, a cada mil pagamentos efetuados durante o mês passado, 955 foram quitados à vista ou com no máximo sete dias de atraso. Os dados constam na pesquisa Indicador Serasa Experian da Pontualidade de Pagamentos das Micro e Pequenas Empresas.

A queda da pontualidade de pagamentos durante o mês de setembro foi verificada tanto nas empresas comerciais (de 95,6% em agosto para 95,5% em setembro) quanto nas do setor de serviços (95,9% para 94,9% na passagem de agosto para setembro). Apenas as empresas industriais mantiveram inalterada a pontualidade de pagamentos, no patamar de 95,2%, tendo em vista o incremento da atividade industrial no mês passado visando a produção para o Natal.

Conforme os economistas da Serasa Experian, a pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas poderá recuar ainda um pouco mais nos próximos meses devido à efetivação dos pagamentos relativos ao 13º salário. Apesar disto, os níveis de pontualidade a serem observados no último trimestre de 2010 deverão continuar sendo superiores aos registrados nos três meses finais de 2009.

O valor médio dos pagamentos efetuados pontualmente recuou 2,7% em setembro/10 frente ao mês de agosto/10, atingindo o valor de R$ 1.438,97. Em comparação ao mesmo mês do ano passado (setembro de 2009), o valor médio dos pagamentos pontuais apresentou queda de 9,0%.

Fonte: Diário Catarinense

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.