x

Cade aprova compra das Lojas Romelsa pela Casas Bahia

Estão para passar pelo Cade operações de peso do setor, como a fusão entre Ricardo Eletro e Insinuante, a união entre Pão de Açúcar e Ponto Frio e, posteriormente,

09/02/2011 18:30:29

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Estão para passar pelo Cade operações de peso do setor, como a fusão entre Ricardo Eletro e Insinuante, a união entre Pão de Açúcar e Ponto Frio e, posteriormente, o negócio entre Casas Bahia e Pão de Açúcar
--------

BRASÍLIA - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu hoje o primeiro passo no enfrentamento de uma onda de consolidação do mercado de varejo no Brasil. O órgão antitruste aprovou há pouco a compra das Lojas Romelsa, uma empresa que atua em Salvador e municípios próximos, pela Casas Bahia. "Aproveitamos a oportunidade para avançar mais no estudo desse processo do que o caso em si exigia, antecipando os que ainda virão", disse Olavo Chinaglia, conselheiro do Cade e relator do caso.

No front, estão para passar pelo Cade operações de peso do setor, como a fusão entre Ricardo Eletro e Insinuante, que se transformou na Máquina de Vendas, a união entre Pão de Açúcar e Ponto Frio e, posteriormente, o negócio entre Casas Bahia e Pão de Açúcar.

A rede Casas Bahia chegou à capital baiana em abril de 2009, com a abertura de quatro lojas. Em maio, no entanto, fechou negócio com a Romelsa, que possuía 19 unidades na região. Ainda que a operação, em princípio, fosse considerada normal, o relator do caso solicitou ao departamento de estudos econômicos (DEE) do órgão antitruste que elaborasse uma análise a respeito da possível concorrência existente hoje no mercado entre essas grandes lojas de varejo e sua atuação na internet.

A conclusão do DEE foi a de que se tratam de mercados distintos, pois os preços praticados nas lojas físicas nem sempre acabam cobertos pelo valor da venda online. Esta é uma questão, no entanto, que precisa ser avaliada com mais profundidade, dada a disseminação dos serviços de internet no Brasil, a ascensão das classes mais baixas ao mercado de consumo e o crescimento das vendas realizadas por meio do computador.

"A internet possui papel fundamental no acesso a informação sobre preço e tende a se tornar cada vez mais relevante com o Plano Nacional de Banda Larga", comentou o advogado Thiago Brito, do escritório Sampaio Ferraz, que representa a Casas Bahia.

Célia Froufe, da Agência Estado


Fonte: Jornal O Estado de São Paulo

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.