x

Instituto Fenacon vai oferecer certificação digital às empresas

A certificação digital das empresas no país deve ganhar novo fôlego com a habilitação como autoridade certificadora do Instituto Fenacon, braço no terceiro

24/02/2011 11:10:29

2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A certificação digital das empresas no país deve ganhar novo fôlego com a habilitação como autoridade certificadora do Instituto Fenacon, braço no terceiro setor da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon).

A expectativa é que o número de certificações de empresas dobre nos próximos dois anos. Desde o princípio do processo foram realizados cerca de 2 milhões de cadastros. Isso porque com o credenciamento, o Sistema Fenacon, por meio do instituto, poderá oferecer diretamente ao empresariado a possibilidade de obter o documento, através da Fenacon Certificação Digital, que é apta a emitir certificados digitais para pessoas físicas e jurídicas.

"O setor empresarial contábil está em contato direto com os empresários no seu dia a dia, por isso poderão atuar como facilitadoras no processo de certificação digital. Nossa atitude foi para facilitar a vida dos empresários", explica Valdir Pietrobon, presidente da Fenacon, que representa mais de 400 mil empresas do setor de serviços em todo o país.

A certificação digital funciona como uma identidade eletrônica da pessoa jurídica que permite efetuar pagamentos, estabelecer parcelas para a cobrança de impostos, solicitar certidão negativa, emitir nota fiscal eletrônica e obter documentos sobre a situação fiscal.

"A assinatura eletrônica vai permitir mais agilidade para o empresariado brasileiro. Ela evita desgastes em filas, demora no retorno de documentações, além de garantir a autenticidade e segurança nas transações. Agora, com essa liberdade conquistada, nós vamos levar os benefícios da certificação digital a todos os cantos do país", comemora Pietrobon.

A geração de chaves do Instituto Fenacon como Autoridade Certificadora pela Certising será realizada no próximo dia 24, em Brasília.

Sobre a certificação digital

A certificação digital é uma tecnologia que provê mecanismos de segurança capazes de garantir autenticidade, confidencialidade e integridade às informações eletrônicas. Ela é feita com base no certificado digital, um documento eletrônico que contém o nome, um número público exclusivo denominado chave pública e muitos outros dados que garantem a autoria do documento. A chave pública serve para validar uma assinatura realizada em documentos eletrônicos.

Entre os campos obrigatórios do certificado digital encontra-se a identificação e a assinatura da entidade que o emitiu, os quais permitem verificar a autenticidade e a integridade do certificado. A entidade emissora é chamada de Autoridade Certificadora que é o principal componente de uma Infra-Estrutura de Chaves Públicas e é responsável pela emissão dos certificados digitais. Pela idoneidade das entidades que recebem essa habilitação, a Autoridade Certificadora é reconhecida por todos como confiável, fazendo o papel de "Cartório Eletrônico".

Sobre a Fenacon
A Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) representa mais de 400 mil empresas, reunindo 36 sindicatos, distribuídos nos 26 estados e no Distrito Federal. Com forte atuação na defesa dos interesses do setor de serviços, a Fenacon tem entre as suas principais conquistas a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, o Empreendedor Individual e a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, além da criação do Instituto Fenacon, responsável pela universidade corporativa UniFenacon e pela Autoridade Certificadora Fenacon Certificação Digital. Mais informações: http://www.fenacon.org.br

Fonte: Fenacon

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.