x

Vivo registra lucro recorde de R$ 1,9 bilhão em 2010

Ao anunciar o balanço financeiro do último ano, a Vivo mostrou porque vale cada centavo que custou ao grupo Telefônica. A operadora fechou 2010 com lucro líquido

25/02/2011 09:38:21

1,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Ao anunciar o balanço financeiro do último ano, a Vivo mostrou porque vale cada centavo que custou ao grupo Telefônica. A operadora fechou 2010 com lucro líquido recorde de R$ 1,9 bilhão, alcançando um crescimento de 116% quando comparado ao ano anterior. Somente no quarto trimestre do ano passado, o lucro da empresa foi de R$ 864,2 milhões, quatro vezes maior do que o registrado no mesmo período de 2009.

A empresa, cujo controle era compartilhado pela Portugal Telecom e Telefônica e agora está somente com a companhia espanhola, reportou ainda que a receita líquida da operadora somou R$ 18,105 bilhões, 8,8% acima dos R$ 16,637 bilhões de 2009.

Segundo o presidente da companhia, Roberto Lima, os resultados são reflexo de um plano à longo prazo estabelecido pela marca ainda em 2005. “Os indicadores positivos nas mais diversas frentes não são frutos de acertos pontuais ou de conjunturas favoráveis específicas, mas sim resultado de uma estratégia consistente, que vem sendo desenvolvida ao longo dos últimos cinco anos”, disse.

O balanço da empresa apontou para um aumento de 57,5% na receita de dados e serviços de valor agregado (SVA) em 2010, com o número de clientes de planos de dados crescendo 87,3%.

Já a base de clientes de clientes teve uma expansão de 16,5%, alcançando 60,3 milhões de assinantes. Somente no segmento pós-pago a empresa cresceu 29,1%. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações, a A Vivo é líder em telecomunicações móveis com 29,7% de participação no mercado brasileiro.

Investimentos
A Vivo anunciou que planeja investir R$ 3,4 bilhões neste ano, montante 40% superior que o desembolsado no ano passado. A maior concentração de investimentos estará na ampliação da rede da Vivo e em Tecnologia da Informação. Parte do valor também contempla o pagamento dos 23 lotes adquiridos em dezembro de 2010 quando a Anatel realizou um leilão de sobras de frequências.

Fonte: Correio Braziliense

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.