x

Setor de TI deve gerar R$ 309 milhões em oportunidades

Número foi apresentado nesta quinta-feira (28), durante palestra do projeto Copa 2014, do Sebrae no Rio de Janeiro Rio de Janeiro - As oportunidades de negócios

28/04/2011 19:11:19

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Número foi apresentado nesta quinta-feira (28), durante palestra do projeto Copa 2014, do Sebrae no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro - As oportunidades de negócios para o setor de Tecnologia da Informação (TI) na Copa do Mundo de 2014 estão estimadas em R$ 309 milhões. Qualificação, acesso à informação e participação em redes são alguns dos pré-requisitos necessários para entrar neste jogo empresarial altamente competitivo.

Essas foram algumas das informações apresentadas durante palestra do projeto Copa 2014, do Sebrae no Rio de Janeiro. Cerca de 100 empresários compareceram ao encontro, realizado na manhã desta quinta-feira (28), na sede da instituição, no centro do Rio de Janeiro.

A ‘Trilha da Excelência’ é a proposta elaborada pelo Sebrae do Rio de Janeiro para capacitar micro e pequenas empresas. As que se inscreverem terão direito a um diagnóstico, elaboração e implantação de soluções, acompanhamento individualizado feito por um consultor e custo de 10% do valor de cada ferramenta da instituição. O atendimento será feito durante dois anos.

Para o empresário Luiz Pinho, da Dill Informática, participar deste projeto foi uma decisão fácil. Desde que criou a própria empresa há 15 anos, ele recorre ao Sebrae. “Eu tive orientação em todas as etapas, então, naturalmente, decidi aderir porque vejo como mais uma oportunidade para me aprimorar e conquistar novos mercados”.

Vontade de fazer cursos para investir na qualificação de gestão e serviços nunca faltou para Luiz Antonio Bastos de Araújo, da Classinet, mas a disposição sempre foi adiada pelo dia a dia. “Estou precisando me aprimorar. Sempre quis fazer cursos, mas nunca pude por conta da administração do dia a dia. Agora, não dá mais para adiar. O mercado está cada vez mais competitivo. Quero encontrar soluções agora para colher resultados positivos lá na frente”, avaliou o empresário ao entregar a ficha de adesão.

O Sebrae do Rio de Janeiro vai desenvolver projetos também para os setores de serviços, turismo, cultura e entretenimento, comércio varejista e indústrias de confecção, construção civil e móveis. A avaliação é que o Rio de Janeiro vive um momento único e promissor. O calendário de grandes eventos esportivos começa ainda neste primeiro semestre com os Jogos Militares e segue nos próximos anos com a Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas.

“A visibilidade será enorme, e as empresas precisam ficar mais fortes e competitivas, para projetar uma imagem positiva para os negócios do país”, avalia o consultor do Sebrae do Rio de Janeiro, Luiz Carlos Barboza.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.