x

Economia

Salário mínimo 'necessário' passa dos R$ 4 mil, diz Dieese

Salário mínimo só deve ter aumentos reais a partir de 2019

07/10/2016 10:26:56

3,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

São Paulo — O salário mínimo no Brasil deveria ser de R$ 4.013,08, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) — quase 4,6 vezes mais do que os 880 reais pagos hoje.

De acordo com a entidade, que faz o mesmo cálculo há 12 anos, o valor seria o suficiente “para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência". O cálculo é baseado no valor da cesta básica mais cara do país.

Em agosto o valor “necessário” era um pouco menor, de 3.991,40 reais. O reajuste anual do salário mínimo é feito, segundo a lei, baseado na soma da variação do INPC (inflação para população de baixa renda) no ano anterior, acrescido da taxa de crescimento real do PIB dois anos antes.

Como o PIB ficou parado em 2014 e teve queda de 2015, o próximo aumento real poderá ocorrer apenas em 2019.

Fonte: Eame.com

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.