x

Governo não vai adiar conta salário

O início da obrigatoriedade da conta não salário não será adiado, garantiu ontem o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo resolução do CMN (Conselho

12/12/2006 00:00:00

1,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O início da obrigatoriedade da conta não salário não será adiado, garantiu ontem o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo resolução do CMN (Conselho Monetário Nacional), os bancos serão obrigados a oferecer a conta salário as trabalhadores a partir de 2007. "Dia 1º de janeiro, a conta salário será obrigatória. O prazo não muda", disse Mantega. Os bancos queriam mais prazo para se adaptar ao sistema. A conta vai dar condições para que trabalhadores possam transferir seu salário de um banco para o outro sem gastar nada com a operação. Segundo o ministro, ainda está pendente a regulamentação da contas salários dos trabalhadores que já recebem o salário pelo banco desde antes de setembro. Na próxima reunião do CMN, o governo deve fechar últimas regras sobre o assunto.

Fonte: Jornal Agora São Paulo

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.