x

Arrecadação de impostos é recorde

O Refis da Crise (programa de parcelamento de dívidas tributárias atrasadas) e uma vitória da União na Justiça contra a empresa Vale deram um reforço de R$8

23/08/2011 08:27:25

1,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O Refis da Crise (programa de parcelamento de dívidas tributárias atrasadas) e uma vitória da União na Justiça contra a empresa Vale deram um reforço de R$8 bilhões aos cofres públicos em julho e levaram a arrecadação de impostos e contribuições federais a fechar o mês com um recorde de R$90,247 bilhões. O montante representa um crescimento real de 21,31% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de 2011, os tributos pagos pela sociedade brasileira somaram R$555,857 bilhões - maior valor já registrado para o período janeiro-julho - com alta de 13,98% sobre 2011.

Embora tenha sido lançado no início de 2009, o Refis da Crise só começou a ter resultados significativos este ano. Isso porque a Receita federal do Brasil - RFB e a Procuradoria-Geral de Fazenda Nacional - PGFN demoraram a consolidar os valores devidos por cada contribuinte. Em junho, o programa resultou numa arrecadação atípica de R$6,7 bilhões. Em julho, de R$2,2 bilhões.

Fonte: O Globo

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.