x

A Contabilidade trará a homogeneidade dos fatos contábeis

A mundialização empresarial faz com que as empresas deixem de ser apenas nacionais, para se tornarem transnacionais, ou globalizadas, fato que exige a harmonização

25/08/2011 14:33:38

2,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A mundialização empresarial faz com que as empresas deixem de ser apenas nacionais, para se tornarem transnacionais, ou globalizadas, fato que exige a harmonização de normas e padrões contábeis e financeiros em todo o mundo. Em entrevista ao CRC SP Online, o professor titular de Finanças de Administração da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) e coordenador do curso de Controladoria Internacional do PEC-FGV(Programa de Educação Continuada – Fundação Getúlio Vargas), Marcos Reinaldo Severino Peters, explicou que a convergência das normas para os novos padrões internacionais caminha rápido, preocupando os Contabilistas. Segundo Peters, que também é membro do Laboratório Internacional da Fipecafi (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras), essas alterações serão responsáveis por impulsionar mudanças importantes nas práticas contábeis das empresas brasileiras e as consequências dessas mudanças já ultrapassam os segmentos econômicos ligados à Contabilidade.

Quais são os principais desafios do Contabilista das pequenas e médias empresas atualmente?

Os Contabilistas devem se atualizar constantemente em relação à nova ordem de Contabilidade. Para vencer esse desafio é preciso que busquem qualificação, por meio de cursos, palestras e seminários. Diante das IFRS (International Financial Reporting Standards – Normas Internacionais de Contabilidade) , os Contabilistas precisam se reciclar.

Como está o processo de adaptação às novas Normas nas pequenas e médias empresas?

Os desafios são grandes e têm sido enfrentados, de maneira lenta em relação ao tempo, mas de forma consistente em relação ao conteúdo e processo histórico. Isso quer dizer que em termos de reciclagem e inovação, as pequenas e médias empresas brasileiras conseguiram atingir um patamar satisfatório. No entanto, esse processo exige um pouco mais de tempo para que essas organizações consigam atingir a maturidade.

Os Contabilistas poderão ter problemas nesse processo de adaptação?

Não diria problemas. Os profissionais terão vários desafios pela frente. As novas Normas trazem aos Contabilistas um exercício contínuo, que faz parte de um longo processo de adaptação das informações contábeis que serão alteradas.

O que fazer para se adaptar da maneira mais rápida às novas Normas?

A agenda da adaptação ao IFRS no Brasil está bastante movimentada. Diversos temas são colocados em audiência pública pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e pelo CPC (Comitê de Pronunciamentos Contábeis), cujas funções são o estudo, preparação e emissão de pronunciamentos técnicos sobre o tema. Além de ficar atentos às novidades da área, os Contabilistas devem se preparar por meio de cursos, palestras e seminários para o grande desafio da profissão contábil no século 21: a harmonização das Normas Contábeis, em face da globalização da economia e dos negócios internacionais.

Fonte: CRC - SP

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.