x

Ministro defende mudanças para garantir equilíbrio do sistema

Estabelecer um teto para as aposentadorias do funcionalismo público, restringir pensões e acabar com o fator previdenciário. Essas são as principais mudanças

13/09/2011 13:15:11

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Estabelecer um teto para as aposentadorias do funcionalismo público, restringir pensões e acabar com o fator previdenciário. Essas são as principais mudanças que o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, pretende fazer durante sua gestão. Ele esteve ontem no Paraná, onde inaugurou três agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) : em Cambará, Andirá (Norte Pioneiro) e Mandaguari (Norte).

Depois da solenidade em Andirá, ele conversou com a FOLHA. Nenhuma das mudanças propostas, segundo o ministro, atingiria quem já contribui para a Previdência. ''O grande desafio da Previdência não é o hoje. É que vamos ter a inversão da curva demográfica brasileira em 2030, quando teremos mais velhos que jovens no Brasil'', afirmou.

O ministro revelou ainda que está negociando com as centrais sindicais a substituição do fator previdenciário e a elevação da idade mínima para coibir as aposentadorias precoces

Fonte: Folha Web

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.