x

Tributos: arrecadação em SP alcança R$ 9,35 bilhões em agosto

A receita tributária do estado de São Paulo alcançou R$ 9,35 bilhões somente em agosto. De acordo com a Secretaria da Fazenda do estado, houve alta real de 3,8%

23/09/2011 08:59:56

1,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A receita tributária do estado de São Paulo alcançou R$ 9,35 bilhões somente em agosto. De acordo com a Secretaria da Fazenda do estado, houve alta real de 3,8% em relação a agosto do ano passado.

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) foi responsável por 90,2% da receita tributária no mês, enquanto o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) respondeu por 3,8% e as taxas, por 4,6% na participação.

O ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação) contribuiu com 0,9% do total da arrecadação no período.

Em relação ao acumulado do ano, de janeiro a agosto, o estado recolheu R$ 78,38 bilhões, montante 4% maior que o verificado no mesmo período do ano passado.

Os valores foram deflacionados pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de agosto, calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

IPVA e ICMS
A receita do IPVA atingiu R$ 354,5 milhões no mês passado, apresentando um acréscimo real de 3,4% na comparação com o resultado de agosto de 2010.

Já no acumulado do ano, a receita do IPVA foi de R$ 9,33 bilhões, com alta real de 6,1% frente ao mesmo período do ano passado.

No que diz respeito à arrecadação do ICMS, ela alcançou R$ 65,31 bilhões de janeiro a agosto, apontando um crescimento de 3,8% em relação a igual período de 2010.

Somente em agosto, a arrecadação do ICMS atingiu R$ 8,44 bilhões, acréscimo de 3,4% frente ao mesmo mês do ano passado.

Fonte: Info On Line

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.