MOMENTO CONTÁBEIS

Nova lei de autenticação de documentos em reconhecer firma|Veja as informações sobre a EFD|

Contábeis o portal da profissão contábil

18
Oct 2018
02:31

Tributário

Saiba quais são os erros mais comuns na Declaração do Simples e como evita-los

Microempreendedores tem até quinta para prestar contas das empresas.

28/05/2018 16:06

3.703 acessos

Microempreendedorismo Simples Nacional

Os microempreendedores que ainda não fizeram a Declaração Anual do Simples Nacional, vão ter que correr contra o tempo. O prazo de entrega se encerra nesta quinta-feira (31) e a pressa dos empresários que estão atrasados pode causar muita dor de cabeça.

Veja agora quais são os equívocos mais comuns ao declarar o Simples Nacional

- Patrimônio ou não ocultação de rendimentos

Ao declarar o SN o microempresário deve informar precisamente o patrimônio da empresa e os rendimentos daquele ano. Caso contrário, ao cruzar os dados, a Receita Federal pode encontrar incompatibilidade nos dados apresentados. Alguns documentos são entregues com erros nesse quesito, uns omitindo os rendimentos anuais e outros não declaram o patrimônio corretamente. Se sua empresa faturou menos que 81 mil reais, o valor declarado no Simples Nacional deve bater com o Imposto de Renda de 2018. Também é comum alguns empresários não emitirem as notas e esquecerem de contabilizar os valores.

- Declaração incompleta

Outro fator que pode prejudicar o microempreendedor é fazer a declaração incompleta do Simples Nacional. Como citado no item anterior, o valor de faturamento da sua empresa deve ser declarado precisamente e sem erro nos números. Muitos empresários não fazem a contabilidade correta da empresa e acaba declarando alguns valores errados, o que pode acender um alerta na Receita Federal.

- Erros de digitação

Transformar R$ 80 mil em R$ 8 mil são um dos erros mais comuns encontrados em declarações de MEI. Mesmo sendo fácil de ser preenchida, a pressa e a falta de atenção faz com que o microempresário possa deixar passar algum número importante que pode influenciar na sua declaração.

- Prazo de entrega

O campeão de dor de cabeça para o microempreendedor individual é não entregar a declaração anual dentro do prazo. A Receita Federal abre esse prazo em janeiro e fecha em maio, assim o empresário pode se adiantar e fazer a declaração com mais tranquilidade. Mas isso não acontece na prática; Empreendedores acabam deixando para a última hora e pode ficar refém de imprevistos que podem gerar o esquecimento da declaração.

Lembrando que o microempresário tem até quinta-feira para regularizar a sua empresa com a Receita Federal. A declaração deste ano deve conter todos os recebimentos entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2017.   

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César