WEBINAR GRATUITO

Quarta 26/09|15h - RFID a favor da fiscalização e Rastreabilidade

Contábeis o portal da profissão contábil

25
Sep 2018
08:34

Economia

No Dia dos Namorados, até o amor é tributado

Impostos aplicados sobre produtos tradicionalmente vendidos na data representam mais da metade do preço final em alguns casos.

12/06/2018 16:06

5.394 acessos

Tributário Dia dos Namorados

Para este Dia dos Namorados, comprar um livro para a cara-metade pode ser uma boa opção por diversas razões. Uma delas é incentivar o parceiro a ler mais? Pesquisa do Ibope revela que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro. Outro motivo é a carga tributária de 15,52%, menor em relação a muitos outros presentes.

A informação está em levantamento encomendado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). 

Para os que são do tipo que ainda mandam flores, o item é o segundo menos tributado (17,71%). Outros produtos da lista são malha, camisa e jaqueta (34,67%), bota (36,17%), calça jeans (38,53%), tênis (44%) e óculos de sol (44,18).

Apostar em uma viagem romântica significa pagar 36,28% em tributos, sendo que só a hospedagem em hotel tem carga de 29,56%.   

“O levantamento mostra que há opções que pesam menos no bolso”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Para ele, “o consumidor que aproveitará a data comemorativa é bem diversificado, composto não só pelos namorados, mas também por pessoas casadas e até mesmo pelos solteiros que aproveitam este período de boas promoções”.

Namorados apreciadores da boa gastronomia pagarão 32,31% de tributos num jantar em restaurante. Se pedirem vinho nacional ou importado vão desembolsar 54,73% e 69,73% de impostos, respectivamente.

“Produto importado tem carga tributária maior porque, além das taxas aplicadas em itens nacionais, incidem sobre ele as taxas de importação, que são pesadas”, diz Burti.

Segundo ele, apesar do abalo na confiança do consumidor nas últimas semanas devido à paralisação dos caminhoneiros e ao desabastecimento de combustível e outros produtos, a expectativa é de que nos próximos dias as compras por impulso e de última hora podem se intensificar.

Fonte: Diário do Comércio

Enviado por

Diego Kock de Assis

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César