x

Carreira

Integrantes da Comissão de Educação Profissional Continuada reúnem-se no CFC

A reunião aconteceu nos dias 31/1 e 1/2, na sede do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em Brasília (DF).

07/02/2019 13:42:28

1.008 acessos

Integrantes da Comissão de Educação Profissional Continuada reúnem-se no CFC

Representantes do Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil – Nacional e Seções Regionais, participaram da primeira reunião da Comissão de Educação Profissional Continuada (CEPC) do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) de 2019. A reunião aconteceu nos dias 31/1 e 1/2, na sede do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), em Brasília (DF).

Pelo Ibracon, estiveram presentes: Tadeu Cendón, diretor de Desenvolvimento Profissional do Ibracon Nacional; Marcelo Galvão Guerra, presidente da 2ª Seção Regional; Valdir Coscodai, diretor de Desenvolvimento Profissional da 5ª Seção Regional; e Cristiano e Cristiano Jardim Seguecio, diretor Técnico da 6ª Seção Regional.

Nesta primeira reunião do ano foram revisados processos de credenciamento de cursos e entidades capacitadoras; discutidos os avanços no novo sistema de prestação de contas que foi disponibilizado aos profissionais e a norma que trata da Educação Profissional Continuada (NBC PG 12).

A reunião, que acontece a cada dois meses tem como objetivo a homologação dos processos de Educação Profissional Continuada (EPC) em todo o Brasil e a discussão de melhorias no Programa.

A Comissão é coordenada pela vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC, Lucélia Lecheta, e reúne os vice-presidentes da pasta dos cinco Conselhos Regionais de Contabilidade com o maior número de profissionais da Contabilidade, os diretores de Desenvolvimento Profissional do Ibracon e quatro membros indicados pelo CFC.

Fonte: Comunicação Ibracon

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.