x

Pedidos de falência no País subiram 21,3% em outubro

Ao todo, foram 131 requerimentos no mês passado, a maior parte (86) de micro e pequenas empresas, mas esse resultado não tende a se manter nos próximos meses.

08/11/2011 10:40:08

1,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

O número de pedidos de falência em todo o País aumentou 21,3% em outubro ante setembro, mostra pesquisa da Serasa Experian. Ao todo, foram 131 requerimentos no mês passado, a maior parte (86) de micro e pequenas empresas. As médias responderam por 28 requerimentos e as grandes companhias, por 17. Na comparação com outubro de 2010, porém, os pedidos registraram queda de 24,3%.

No acumulado de 2011, foram 1.453 falências requeridas, ante 1.667 de janeiro a outubro de 2010 e 2.003 no mesmo período de 2009. Apesar do aumento mensal no total de pedidos de falência, a entidade prevê melhora nos números nos próximos meses.

O desaquecimento da economia, segundo a Serasa Experian, pode explicar a alta de outubro, mas esse resultado, diz, não tende a se manter nos próximos meses. "Como já se iniciou um novo ciclo de redução dos juros, é pouco provável que presenciemos continuidade de crescimento dos indicadores de insolvência ao longo dos próximos meses", afirma a Serasa em seu relatório do Indicador de Falências e Recuperações, calculado pela empresa.

Se de setembro para outubro o número de pedidos de falência aumentou, o total de requerimentos de recuperação judicial foi na direção contrária e caiu 20,6%. Em comparação a outubro do ano passado, a queda foi de 32,5%. "O recuo nos pedidos de recuperações judiciais em outubro é um sinal de que, apesar das dificuldades financeiras, não se vislumbra um quadro de expansão da insolvência das empresas brasileiras no médio prazo", afirma o relatório.

O número de falências decretadas em outubro foi 51,2% menor do que o verificado em setembro e 24,5% abaixo do registrado em outubro do ano passado. Das 40 falências decretadas em outubro, 37 foram de micro e pequenas empresas e 3, de médias companhias. O total de recuperações judiciais deferidas passou de 30 em setembro para 27 no mês seguinte, queda de 10%. Ante outubro de 2010, o recuo foi de 32,5%.

Fonte: G1

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.