x

Economia

Governo lança a campanha ‘Nova Previdência. Pode Perguntar’

O objetivo é esclarecer as dúvidas da população, de forma clara e objetiva, sobre a necessidade da revisão do sistema previdenciário do país

21/05/2019 10:01:56

1.387 acessos

Governo lança a campanha ‘Nova Previdência. Pode Perguntar’

O governo federal lançou nesta segunda-feira (20), no Palácio do Planalto, a campanha “Nova Previdência. Pode Perguntar”. Com várias ações de comunicação focadas nos mais diversos públicos, a campanha tem o objetivo de esclarecer dúvidas da população, de forma clara e objetiva, sobre a modernização do sistema previdenciário que está sendo proposto pelo governo. 

O presidente Jair Bolsonaro falou sobre a importância da aprovação da proposta para que o Brasil possa crescer novamente. Para ele, a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 06/2019 permitirá “o Brasil sair dessa estagnação que se encontra rumo à então esperada prosperidade”. O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, estavam presentes no evento. 

Além de esclarecer dúvidas e apresentar detalhes da Nova Previdência, a campanha vai combater notícias falsas que envolvam o tema. Mensagens com o selo “Essa é a verdade” serão veiculadas na TV, rádio, mídia exterior, em terminais aeroportuários, metroviários e rodoviários, painéis em comunidades urbanas, revistas do segmento gestão pública e internet. 

“Queremos evitar que as pessoas tenham opiniões baseadas em informações erradas, as fake news, quando se trata do sistema de aposentadorias”, explicou o secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fábio Wajngarten. As peças de comunicação da campanha sempre terminam com o conceito “Nova Previdência. É para todos. É melhor para o Brasil”.​

Fonte: Ministério da Economia

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.