x
CONTEÚDO notícias

Tributário

Brasileiros já pagaram R$ 500 bilhões em impostos este ano

Ferramenta que estima valor de impostos e taxas, Impostômetro, apontou que os brasileiros já pagaram R$ 500 bilhões de impostos somente esse ano.

06/03/2020 11:35:01

2,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Brasileiros já pagaram R$ 500 bilhões em impostos este ano

Os brasileiros já pagaram R$ 500 bilhões em impostos este ano, segundo o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O valor foi atingido por volta das 8h30 desta sexta-feira, 6, – três dias antes da data em que foi alcançado no ano passado.

Em nota, Emilio Alfieri, economista da ACSP, afirma o aumento na arrecadação pode ser visto de forma positiva, uma vez que não houve elevação das alíquotas. Outro aspecto positivo é que o déficit público vem caindo: está em 0,7%, em janeiro, enquanto no ano passado estava em 1,2%.

No entanto, ainda segundo o economista, o cenário político atual está atrapalhando a retomada do crescimento, que poderia ser ainda mais acentuada se as reformas administrativas, e outras necessidades em discussão no Congresso, já tivessem sido implantadas.

Em todo o ano passado, os brasileiros pagaram um recorde de cerca de R$ 2,5 trilhões em impostos, segundo os cálculos da entidade. O valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições.

Impostômetro

O impostômetro foi criado em 2005 e busca estimar o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro. Na ferramenta é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.