x
CONTEÚDO notícias

Receita Federal

Receitafone será desativado a partir desta segunda

Receita Federal anunciou que o serviço de ReceitaFone foi desativado a partir desta segunda-feira.

23/03/2020 11:00:01

1,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Receitafone será desativado a partir desta segunda

O serviço telefônico da Receita Federal, disponibilizado ao cidadão de forma eletrônica - sem contato humano, por meio do 146, será desativado a partir desta segunda-feira, 23, quando vencerá o contrato com a Operadora.

Atualmente, estão disponíveis os seguintes serviços no 146:

- Consulta Restituição do Imposto de Renda
- Consulta CPF

Esses serviços estão disponíveis também via Internet, no site da Receita Federal e por meio do APP Pessoa Física, conforme detalhado abaixo:

Consulta Restituição do Imposto de Renda

Consulta pública:
https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp

No APP Pessoa Física:
http://receita.economia.gov.br/programas-para-download/dispositivos-moveis/app-pessoa-fisica

Consulta CPF

Consulta pública:
https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/ConsultaSituacao/ConsultaPublica.asp

No APP Pessoa Física:
http://receita.economia.gov.br/programas-para-download/dispositivos-moveis/app-pessoa-fisica

ReceitaFone

ReceitaFone é o serviço telefônico da Receita Federal e da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional - PGFN, disponibilizado ao cidadão por meio do 146, para ligações realizadas no Brasil, ou (+) (55) (11) 3003 0146 para chamadas originadas do exterior, em duas formas:

a) eletrônica: serviço e/ou informações obtidas eletronicamente, sem contato humano.
b) personalizado: atendimento humano realizado pelos atendentes do call center.

O serviço do 146 está disponível essencialmente para o contribuinte pessoa física, exceto o agendamento de serviços e informações da PGFN que pode ser utilizado também por pessoa jurídica.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.