x

Pesquisa

Auxílio Emergencial: Ajuda financeira foi fundamental para os 30% mais pobres

Pesquisa aponta que Auxílio Emergencial representou 93% da renda dos mais pobres.

08/07/2020 14:20:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Auxílio Emergencial: Ajuda financeira foi fundamental para os 30% mais pobres

Auxílio Emergencial: Ajuda financeira foi fundamental para os 30% mais pobres

Criado para ajudar os brasileiros durante a crise financeira causada pela pandemia de Covid-19, o Auxílio Emergencial de R$ 600 foi fundamental para os 30% mais pobre da população brasileira.

De acordo com com um estudo da Secretaria de Política Econômica e que será divulgado pelo Ministério da Economia, o benefício representou em média 93% da renda das famílias dessa parte da população.

A análise feita pela área técnica da SPE, baseado em dados da PNAD Covid-19, do IBGE, mostrou que o auxílio emergencial conseguiu melhorar o padrão de vida de mais de 23 milhões de famílias das fatias mais baixas da população, concentrando nos informais, desocupados e que estavam fora da força de trabalho.

Os domicílios de rendas mais baixas foram também os mais impactados pela pandemia do coronavirus.

Impacto Auxílio Emergencial

Entre os que já recebiam o Bolsa Família, por exemplo, o aumento da renda média triplicou – o auxílio emergencial paga R$ 600 em geral e R$ 1,2 mil para mães que sustentam sozinhas a família. Já o Bolsa Família paga em média benefício de R$ 190.

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, o estudo é um “convite ao debate”.

“Como sociedade, precisamos debater onde alocar os recursos arrecadados pelo Estado. Se na população mais pobre, com o reforço de programas sociais, ou se continuamos com uma distribuição desigual”, afirmou.

A discussão deve ganhar fôlego com o fim do auxílio emergencial, em setembro, em meio à recessão econômica causada pela pandemia e que deve trazer reflexos na economia ao longo dos próximos anos.

Fonte: G1

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.