x
CONTEÚDO notícias

Aposentadoria

INSS: Nova idade mínima para se aposentar em 2020

Entrou em vigor este ano as novas regras de transição para a aposentadoria do INSS. Os novos cálculos trouxeram regras mais duras para os beneficiários, isso claro, se você comparar com os beneficiários que fizeram o pedido de aposentadoria antes

14/07/2020 08:20:01

30,6 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

INSS: Nova idade mínima para se aposentar em 2020

Entrou em vigor este ano as novas regras de transição para a aposentadoria do INSS. Os novos cálculos trouxeram regras mais duras para os beneficiários, isso claro, se você comparar com os beneficiários que fizeram o pedido de aposentadoria antes da publicação da Reforma da Previdência no dia 13 de novembro de 2019.

No total, são três regras de transição, onde em todas elas o INSS passou a pedir mais seis meses de contribuição. As exigências vão valer até o final de 2020.

Pegando um exemplo, o beneficiário que completar as condições em 2020, serão exigidos 61 anos e seis meses de idade para homens (com pelo menos 35 anos de contribuição), já para as mulheres é necessário 56 anos e seis meses (com um mínimo de 30 anos de contribuição).

Idade mínima progressiva para quem completar as exigências em 2020

Na regra da idade progressiva, quem completar as condições em 2020, serão exigidos 61 anos e seis meses de idade para os homens (com mínimo de 35 anos de contribuição) e 56 anos e seis meses para as mulheres (com mínimo de 30 anos de contribuição). Veja abaixo:

Para a regra da idade progressiva, serão exigidos 61 anos e seis meses de idade para homens (com pelo menos 35 anos de contribuição) e 56 anos e seis meses para as mulheres (com mínimo de 30 anos de contribuição). Observe à baixo:

Mulheres: Idade mínima de 56,5 anos, com tempo de contribuição de 30 anos.

Homens: Idade mínima de 61,5 anos, com tempo de contribuição de 35 anos.

Aposentadoria por pontos (para quem completar as exigências em 2020)

A exigência na transição por pontos também aumentou. Nessa regra, é considerada a soma da idade com o tempo de contribuição, que passou a ser de 87 pontos (mulheres) e 97 pontos (homens).

Também houve aumento na transição por pontos. Na regra por pontos é considerado uma soma de idade com o tempo de contribuição, onde passou-se 87 pontos para as mulheres e 97 pontos para os homens.

Mulheres: 87 pontos, com soma idade + anos de contribuição.

Homens: 97 pontos, com soma idade + anos de contribuição.

Aposentadoria por idade

Uma mudança afetou ainda mais as mulheres, agora as beneficiárias vão precisar ter pelo menos 60 anos e seis meses de idade e 15 anos de contribuição com o INSS. Anteriormente a idade necessária era de 60 anos.

A reforma entretanto não alterou os critérios de acesso à aposentadoria por idade para os homens. Os beneficiários ainda poderão solicitar com 65 anos de idade e 15 anos de contribuição.

Mulheres: 60,5 anos, com tempo de contribuição de 15 anos.

Homens: 65 anos, com tempo de contribuição de 15 anos. 

Fonte: Jornal Contábil

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.