x
CONTEÚDO notícias

Crise

Número de falências sobe para 71,3% em junho e pode piorar

Com a pandemia do novo coronavírus, pedidos de recuperação e falência voltaram a crescer.

14/07/2020 11:10:01

3,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Número de falências sobe para 71,3% em junho e pode piorar

Um levantamento realizado pela Boa Vista SCPC mostra que houve um aumento no número de pedidos de recuperação judicial e falências no mês de junho. Ao todo, foram 71,3% falências e 44,6% empresas em recuperação.

A diferença entre os dois processos é que a recuperação judicial, representa uma chance da empresa se recuperar sem que a falência seja decretada pelo juiz, ou seja, sem que a companhia encerre suas atividades.

Nos dois casos, o volume de pedidos vinha arrefecendo no início deste ano, mas com a pandemia do novo coronavírus voltaram a crescer.

Crise Coronavírus

Segundo a Boa Vista, os dados refletem “as dificuldades que as empresas encontraram em manter suas atividades neste 1º semestre“.

Ainda segundo a pesquisa, a tendência é de que as empresas continuem apresentando piora nos seus indicadores de solvência durante o período mais agudo da crise.

Na comparação de junho de 2020 frente ao mesmo mês em 2019, as pequenas empresas lideram: pedidos de falência (93,4%), falências decretadas (95,8%), pedidos de recuperação judicial (94,2%) e recuperações judiciais deferidas (94,3%).

Na divisão por segmento, o setor de serviços foi o mais afetado. Respondeu pelo maior percentual dos pedidos de falência (40,5%), seguido pelo setor de comércio (29,8%) e indústria (29,6%).

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.