x
CONTEÚDO notícias

Auxílio

Programa de renda básica deve ter auxílio acima do Bolsa Família

O programa de renda básica deve unificar Bolsa Família, Abono Salarial e Seguro Defeso em um único benefício.

24/07/2020 10:35:01

2,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Programa de renda básica deve ter auxílio acima do Bolsa Família

O ministério da economia planeja a criação de um novo programa de transferência de renda chamado renda Brasil. A ideia é unificar auxílios como o Bolsa Família, Abono Salarial e o Seguro Defeso em um benefício único, destinado a 120 milhões de brasileiros.

Segundo vice-líder do governo, senador Chico Rodrigues (Democratas-RO), a nova política de renda básica está sendo desenhada para garantir um benefício acima da média do Bolsa Família, hoje de R$ 200.

“Esse programa é de maior alcance e pretende unificar outros programas sociais para que possa melhor atender a população mais carente do nosso país. Acreditamos que esse valor será um valor bem maior do que os R$ 200 atendido em outros programas sociais e sendo unificado ele facilita a identificação de mais brasileiros que necessitam de uma abono permanente”, explicou o senador.

O líder do PT, senador Rogério Carvalho de Sergipe, reforçou que o Bolsa Família foi um programa pioneiro na transferência de renda e deve ter preservada a sua essência de fortalecimento das famílias brasileiras.

“Qualquer programa de renda que queiram criar neste momento, tem como maior referência o Bolsa Família que foi fundamental para reforçar a autonomia e a unidade familiar. A proposta de renda básica mínima tem que ter a essência do Bolsa Família”, pontuou o parlamentar.

A proposta inicial do governo de destinar parte do dinheiro do novo fundeb para custear o programa já foi descartada. A fonte de financiamento da política de renda básica ainda não foi definida, mas pode vir tanto da reforma do Imposto de Renda, como da tributação de dividendos.

Fonte: Agência Senado

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.