x
CONTEÚDO notícias

Carreira

Mês do estudante: o que os alunos de ciências contábeis precisam saber

O contador caminha com os livros durante toda a carreira. Isso porque a profissão acompanha as evoluções do mercado e as mudanças econômicas, sendo necessário atualização constante.

12/08/2020 10:40:01

3,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

 Mês do estudante: o que os alunos de ciências contábeis precisam saber

 Quem escolhe essa área de atuação deve estar pronto para ser estudante por toda a vida profissional, se quiser ter destaque nesse ramo.Os primeiros passos na contabilidade são importantes.

 O contador e presidente da Trevisan Escola de Negócios, Antoninho Trevisan, fala sobre alguns aspectos que os estudantes de ciências contábeis devem observar, ainda na faculdade, para estarem ainda mais preparados para o mercado de trabalho.

“É importante dominar todos os recursos técnicos exigidos pela profissão e se atualizar constantemente, buscando complementar sua linha mestra de atuação. O estudante também deve procurar conhecer tecnologia o suficiente para dar conta de interpretar dados, gerar dados, construir cenários, projeções e escrever artigos sobre áreas novas e desafiadoras”, orienta.

Trevisan ainda sugere a busca por experiências internacionais durante o período de graduação ou a opção de cursar uma pós-graduação internacional, aproveitando as ofertas on-line, disponíveis fora ou mesmo no Brasil. O contador vai além e ressalta que as relações interpessoais também somam na profissão.

“É fundamental ter empatia com os colegas, professores e liderados, promover um bom ambiente de estudo e de trabalho. Nossa área já é dura, o ambiente não precisa ser”, afirma.    

Sobre a formação complementar, Trevisan aponta alguns cursos extras para uma formação ainda mais completa.

“Fazer MBAs voltados para a área de atuação como os campos tributário, compliance, ciências de dados e perícia. Também é interessante participar de cursos de curta duração em atuárias, em gestão estratégica e em controles gerenciais. Por fim, cursar disciplinas internacionais (modelo extensão) para ampliar as possibilidades de atendimento a multinacionais e a empresas nacionais com operações no exterior”, indica.

Com 50 anos de carreira e personalidade contábil do ano de 2020, indicado à condecoração Mérito Contábil João Lyra, Antoninho Trevisan iniciou sua história na profissão fazendo o curso de Técnico em Contabilidade. Em seguida, fez a faculdade de Ciências Contábeis.

Meio século depois, o contador deixa marcada uma trajetória de muito estudo, atualização constante, olhar atento para o mercado e para os clientes, bem como o compromisso de atuar em prol da comunidade.

O profissional ainda destaca mais algumas dicas para aqueles que pretende seguir na profissão.

“Sempre recomendo apresentar teses, fazer parte de grupos de estudos ou de comissões. Mais importante é diversificar essa participação e frequentar outros ambientes onde nossos clientes estão, como as federações de indústria, do comércio e da agricultura”, ressalta.

O contador reforça a sua realização profissional. “Renovo aqui o acerto da minha decisão, ainda muito jovem, de estudar contabilidade. Praticamente tudo que fiz e ainda faço a partir dessa escolha: auditor, contador, professor, escritor, consultor e lembro que essa profissão é longeva. Permite que se trabalhe sempre. Tenho amigos com mais de 90 anos, jovens, vibrantes, ativos e disponibilizando seu saber com um entusiasmo que poucas profissões permite.”

Mudanças nos cursos de Ciências Contábeis

Nos últimos anos, ocorreram mudanças no currículo da graduação em Ciências Contábeis. Antoninho Trevisan apresentou algumas dessas atualizações. Veja abaixo:

I. Adequação dos currículos para atenderem as novas regras da harmonização contábil e inclusão na grade do estudo e da análise de todos os documentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).

II. Desenvolvimento de habilidades técnicas, mas principalmente gerenciais e humanísticas nas questões de resolução de conflitos e tomada de decisão.

III. Inclusão no currículo de jogos e de simulações que envolvam inovações tecnológicas (IA) e ciência de dados. 

Fonte: CFC

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.