x
CONTEÚDO notícias

Denúncia

Sistema S: Operação faz busca e apreensão em escritórios que desviaram dinheiro

Segundo denúncia, sócios de escritórios desviaram mais de R$ 151 milhões do Sistema S entre 2012 e 2018.

09/09/2020 09:00:01

29,5 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Sistema S: Operação faz busca e apreensão em escritórios que desviaram dinheiro

Nesta quarta-feira, 9, a força-tarefa da Lava Jato cumpre mandados de busca e apreensão contra escritórios suspeitos de desviar dinheiro do Sistema S.

O Sistema é composto pela Fecomércio/RJ - Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio, Sesc e Senac.

A ação, que é realizada em parceria com o MPF, PF e Receita Federal faz busca e apreensão em 50 endereços no Rio, São Paulo e Brasília, incluindo outros escritórios e empresas.

Denúncia

De acordo com a denúncia do MPF, sócios de escritórios de advocacia receberam pelo menos R$ 151 milhões da Fecomércio/RJ entre 2012 e 2018, sem comprovar o serviço prestado.

A denúncia sustenta que os envolvidos cometeram crime Federal ao usar na manobra verbas do Sistema S, que são provenientes de contribuição social compulsória incidente sobre a folha salarial dos empresários do comércio.

O objetivo dos desvios era montar uma blindagem que mantivesse o empresário Orlando Diniz no comando das entidades.

Além dos valores desviados, há suspeita de malversação de mais R$ 200 milhões.

Acusados

A ordem dos mandados foi expedida pelo juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Os acusados são suspeitos da prática estelionato, peculato, tráfico de influência, exploração de prestígio, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, pertinência a organização criminosa e sonegação fiscal.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.