x
CONTEÚDO notícias

Sem perícia

INSS: Segurados vão receber atrasados do auxílio-doença neste mês

Diferença será paga sem perícia a quem ganhou adiantamento de R$ 1.045 e tem direito a valor maior.

06/10/2020 13:45:01

19,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

INSS: Segurados vão receber atrasados do auxílio-doença neste mês

O INSS confirmou que pagará neste mês as diferenças do auxílio emergencial para os segurados que receberam a antecipação de R$ 1.045 do benefício, sem que seja necessário passar pela perícia médica.

Para ter direito aos valores, no entanto, o beneficiário tem que seguir algumas regras. Dentre elas está ter direito a um auxílio maior do que R$ 1.045 pagos inicialmente, ter tido a concessão da renda até 2 de julho deste ano e não ter pedido prorrogação do benefício.

Cálculos mostram que o segurado que teria direito a um valor de R$ 5 mil de auxílio doença, por exemplo, vai receber uma diferença de R$ 3.955. Segundo o INSS, ainda não há data exata para o pagamento do dinheiro, mas os valores já estão em fase de processamento.

"Informamos que o INSS está finalizando as validações dos tratamentos a serem aplicados para iniciar a revisão automática. Inicialmente terão o valor revisado, os benefícios concedidos até 02/07/2020", diz nota do instituto.

Para o advogado Roberto de Carvalho Santos, do Ieprev, o segurado deve ficar muito atento às regras do benefício e aos valores que tem direito. Caso seja necessário, deve pedir uma revisão ou, até mesmo, buscar a justiça. "Tem que lutar pelos direitos", diz ele.

A advogada Adriana Bramante também orienta o segurado a ficar muito atento ao pagamento. "Os benefícios neste período foram concedidos por 30 dias. Vamos esperar para ver como o INSS vai fazer esse pagamento. Se não conseguir receber corretamente, pode entrar na Justiça".

A regra para a antecipação do auxílio-doença de R$ 1.045 previa o pagamento por até 30 dias, com direito a pedido de prorrogação. Em setembro, após a volta das perícias, o INSS determinou que o segurado pode escolher entre ter o adiantamento ou fazer exame pericial para receber todo o dinheiro.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.