x
CONTEÚDO notícias

Golpe

PIX: Há mais de 60 sites falsos que simulam cadastro para roubar dados

Empresa especialista em cibersegurança encontrou diversos sites falsos utilizados por golpistas para roubar dados do PIX.

10/10/2020 08:30:01

9,9 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

PIX: Há mais de 60 sites falsos que simulam cadastro para roubar dados

O Pix, plataforma do Banco Central que irá permitir transações bancárias em tempo real, já tem mais de 16 milhões de cadastros. No entanto, o novo método de pagamento já acendeu o alerta para especialistas em segurança digital.

A empresa de cibersegurança Kaspersky encontrou ao menos 60 sites falsos que visam o roubo de dados a partir da nova tecnologia.

Em entrevista à CNN, Roberto Rebouças, gerente executivo da Kaspersky no Brasil, alertou para a necessidade de atenção com sites que são navegados pelos brasileiros e para exposição pessoais na internet. Além disso, deu orientações para não cair neste tipo de fraude -- que tem crescido cada vez mais no país.

"Dos três problemas de segurança que a gente vê nesta questão, dois são antigos: o criminoso atrai a pessoa para o site e rouba seus dados, isso faz o Pix ser apenas uma isca. No segundo caso, o criminoso atrai o cliente para um site falso do banco e busca informações bancárias para também fazer transações. No entanto, no terceiro caso, aonde o criminoso está atrás de informações para cadastrar o Pix do cliente, como telefone, CPF e afins", explicou.

Apesar do Pix entrar no ar apenas no dia 16 de novembro, a ideia do criminoso é usar essas informações depois para usar em transações em nome da vítima. Para Rebouças, "infelizmente muita gente cai neste golpe".

Cuidados

Além da desconfiança, o especialista orienta ficar atento às orientações oficiais das instituições financeiras.

"O seu banco não vai te mandar um link para você clicar nele. Portanto, se for para fazer o cadastramento, você mesmo pode fazê-lo no aplicativo do seu banco. Além disso, a maior parte dos brasileiros usam o telefone celular para acessar estes aplicativos. E o telefone não tem nenhuma segurança, então é importante ter um aplicativo bom que faça esta proteção não só do que chamamos de vírus, mas também contra estes sites falsos", reforçou.

Após manifestações de preocupações dos bancos para o regulador em relação a possíveis fraudes, o sistema de pagamentos instantâneos Pix será lançado com a possibilidade de limite para as transações.

O sinal positivo do Banco Central em relação a essa demanda ocorreu na última sexta-feira. Bateu-se o martelo, assim, que o limite será o mesmo que o das transações de débito.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.