x
CONTEÚDO notícias

Pandemia

SP: Governo não está processando dívidas de pequenos empresários

Débitos de antes da pandemia não estão sendo cobrados de micro e pequenos empresários que enfrentam dificuldades devido a pandemia.

30/10/2020 11:35:01

3,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

SP: Governo não está processando dívidas de pequenos empresários

A Procuradoria Geral do Estado – PGE, responsável pelo protesto dos débitos inscritos na Dívida Ativa, informou que não está cobrando impostos devidos pelos contribuintes durante a pandemia.

As ações se concentram em débitos contraídos antes da pandemia e não afetam os micro e pequenos empresários que enfrentam dificuldades.

O Governo do Estado de São Paulo tem tomado desde março medidas para proteger os micro e pequenos empresários durante a pandemia.

Impostos

Com voto favorável de São Paulo, o Comitê Gestor do Simples Nacional – CGSN aprovou medida que permitiu o adiamento por 90 dias do vencimento de parcelas de dois impostos – o ICMS e o ISS – devidas pelas empresas do Simples Nacional. Assim, os impostos que originalmente venceriam em abril, maio e junho puderam ser recolhidos em julho, agosto e setembro.

Além disso, o Banco do Povo e a Desenvolve SP disponibilizaram R$ 720 milhões em linhas de crédito aos menores juros do mercado, com carência estendida, para os empreendedores do estado. Por meio do programa Empreenda Rápido, o Governo do Estado também já disponibilizou a Linha Juro Zero em parceria com o Sebrae-SP. O crédito é voltado para microempreendedores individuais – MEIs e que não possuam restrições no CNPJ.

Fonte: SEFAZ SP

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.