x
CONTEÚDO notícias

IPI

Governo reduz imposto sobre videogames, mas consumidor pode não sentir no bolso

Nesta semana, o governo publicou no Diário Oficial o decreto que reduz IPI dos videogames, mas especialistas analisam se queda no preço chega para consumidor.

31/10/2020 09:00:02

1,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Governo reduz imposto sobre videogames, mas consumidor pode não sentir no bolso

Foi publicado no Diário Oficial da União um decreto governo federal que reduz o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre consoles de videogames, acessórios e jogos.

Com isso, o IPI de consoles e máquinas de jogos de vídeo foi reduzido de 40% para 30%, enquanto o de acessórios foi cortado de 32% para 22%. A alíquota de videogames que possuem tela incorporada, tipo arcade, e os portáteis, por sua vez, caiu de 16% para 6%.

Mas economistas alertam que a redução do IPI não é sinônimo de queda imediata nos preços dos games.

"A redução do imposto só será repassada aos preços se o mercado for concorrencial, como o que possui diferentes marcas e o contrabando for determinante", alertou o economista Bernard Appy, diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), em entrevista ao G1.

O especialista explicou que, com mais concorrência, a ideia é que as empresas baixem os preços para vender mais. Na prática, é a disputa que incide na lei da oferta e demanda. Videogames e eletrônicos compõe a lista dos dez produtos mais contrabandeados do país, segundo a Receita Federal.

Impacto da redução do IPI

Além do IPI, Ademir de Souza Pereira Junior, professor de finanças da BSSP Educacional, destaca que jogos eletrônicos também estão sujeitos ao Programa de Integração Social (PIS) , Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) , Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) (ICMS) e, em alguns casos, Imposto sobre Importação.

"Embora boa parte das mídias físicas seja produzida no Brasil, o país não possui mais nenhuma manufatura de consoles. Existem empresas que produzem algumas peças aqui e depois exportam para países como México e Colômbia, gerando mais competitividade internacional, explicou.

Apesar do alto valor do dólar, que ultrapassa a marca dos R$ 5,60, o professor acredita que a redução do IPI terá mais impacto em modelos produzidos fora do país e importados a partir de agora.

"Os jogos que são produzidos na Zona Franca de Manaus já possuem isenção tributária. Por isso, a redução de preços pelo IPI será mais interessante para os modelos produzidos fora do país", disse ele.

Vale destacar que essa é a segunda redução do IPI sobre videogames anunciada por Bolsonaro. No final de 2019, as alíquotas foram reduzidas de 20% a 50% para uma faixa entre 16% e 40%.

Na avaliação de Appy, que foi secretário-executivo do Ministério da Fazenda do governo Lula, a nova decisão de Bolsonaro não deve trazer vantagens reais aos brasileiros.

"É uma medida populista. No lugar de discutir a uniformização da política tributária, estamos abordando detalhes que não são importantes para o país", analisou.

De acordo com o governo, o impacto previsto na arrecadação será de R$ 2,7 milhões por mês em 2020. A previsão para o exercício de 2021, por sua vez, deverá ser de R$ 36 milhões, enquanto para o de 2022, de R$ 39 milhões.

Novas alíquotas:

  • Consoles e máquinas de jogos de vídeo: de 40% para 30%;
  • Acessórios de consoles, cujas imagens são reproduzidas em uma tela: de 32% para 22%;
  • Máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada: de 16% para 6%.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.