x

Dinheiro digital

BC diz que Pix e digitalização de pagamentos substituirão papel moeda

Representante do Banco Central disse que o Pix "é tão seguro quanto outros meios de pagamento, possivelmente mais" e que deve substituir papel moeda.

06/11/2020 10:55:01

2,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

BC diz que Pix e digitalização de pagamentos substituirão papel moeda

O Pix, novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco do Brasil (BC), entra em vigor neste mês e, com isso, várias discussões sobre o tema circulam. Uma delas é sobre a substituição do dinheiro físico.

O diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central do Brasil, João Manoel Pinho de Mello, disse que a tendência é que a digitalização dos meios de pagamento, como o Pix, deverão substituir gradualmente a emissão de papel moeda, que custa caro à sociedade brasileira.

“O Banco Central não vai se furtar a ofertar numerário quando há demanda, como na pandemia” ponderou ele.

Mello participa do webinar “Novo Ambiente Regulatório para FinTechs no Brasil: Oportunidades e Desafios”, organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O diretor afirmou que o Banco Central tentou estimular o mercado privado a “aparecer com uma solução” para digitalizar pagamentos, como o Pix, por cinco a seis anos, mas que acabou cabendo à autoridade monetária oferecer o ambiente para isso.

“O Pix é tão seguro quanto outros meios de pagamento, possivelmente mais”, completou.

PIX

O PIX é um novo meio de pagamentos e transferências desenvolvido pelo BC para facilitar as transações financeiras.

Além de servir para compras e pagamento de contas, a expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs, por ser gratuito e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana. A quantia cai instantaneamente.

Para utilizar o Pix, será preciso ter uma “chave” cadastrada direto com a sua instituição financeira.

O sistema de pagamento se encontra em fase de teste, sendo utilizado somente por alguns clientes selecionados.

Leia também:

Pix: Comércio se prepara para trabalhar com a nova ferramenta

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.